Busca avançada
Ano de início
Entree

Infância e velhice em dois "poemas" de corpo de baile

Processo: 06/57714-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de novembro de 2006
Vigência (Término): 31 de outubro de 2007
Área do conhecimento:Linguística, Letras e Artes - Letras - Literatura Comparada
Pesquisador responsável:Antonio Manoel dos Santos Silva
Beneficiário:Tamiris Batista Leite
Instituição-sede: Faculdade de Comunicação, Educação e Turismo (FCETUR). Universidade de Marília (UNIMAR). Marília , SP, Brasil
Assunto(s):Velhice   Personagens   Infância   Corpo de baile

Resumo

O projeto, compartilhado com Mariana Gulelmo de Azevedo, tem como objetivo principal estudar comparativamente duas narrativas de Corpo de Baile, reunidas no volume Manuelzão e Miguilim: os "poemas" Campo Geral e Uma Estória de Amor. Esta comparação pretende focalizar os temas da infância e da velhice em seus diferentes aspectos: como se encarnam nas personagens, como se estruturam no tecido narrativo, como são mediados pela voz narradora, como se entretecem com símbolos e mitos, como se articulam com a tradição e que universo configuram em termos de cultura brasileira. Decorrentes deste objetivo central, há outros: a análise das estruturas dos textos; o estudo da caracterização das personagens representativas da infância e da velhice conforme as múltiplas relações que se estabelecem nas narrativas; e a descrição das etapas da formação da individualidade desde a infância até a velhice, segundo a visão dada pelo autor ao sertão que se representa em ambas as obras. Partimos, para isso, de alguns pressupostos: a ficcionalidade como valor estético; a consciência construtiva cultivada rigorosamente pelo autor; a ficção como mediadora de verdades ou realidades mentais e sociais construídas historicamente. Valemo-nos também de algumas suposições sugeridas pela crítica: a existência de uma poética do jogo e do olhar infantil; a busca de nossas raízes culturais; a deliberação artística em defender valores éticos e transcendentes num tempo em que tais valores começavam a parecer arcaicos. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.