Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação da estrutura de grânulos de amido durante o desenvolvimento de diferentes cultivares de banana

Processo: 09/14643-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de setembro de 2010
Vigência (Término): 31 de agosto de 2012
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Ciência e Tecnologia de Alimentos - Ciência de Alimentos
Pesquisador responsável:Beatriz Rosana Cordenunsi
Beneficiário:Claudinéia Aparecida Soares
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Farmacêuticas (FCF). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Amilopectina   Estrutura   Amilose   Enzimas   Banana

Resumo

Resultados anteriormente obtidos mostraram que diferentes cultivares (Terra, Figo, Pacovan e Mysore) de banana diferenciam-se tanto em relação ao acúmulo, quanto à degradação de amido. Terra e Figo acumularam maiores teores de amido e tiveram um percentual residual muito maior do que as cultivares Mysore e Pacovan, sendo a Mysore e a Terra as mais contrastantes. Diferenciaram-se também em relação à susceptibilidade do grânulo de amido à hidrólise enzimática, indicando que, possuem arranjos distintos dos polissacarídeos amilose e amilopectina na sua estrutura, o que foi evidenciado por teores mais altos de amilose e maior cristalinidade, nas cultivares mais resistentes à degradação do amido. Diferentes técnicas de microscopia revelaram que as cultivares também se diferenciam em relação ao tamanho e formato dos grânulos, o que talvez tenha relação com a suscetibilidade à degradação. Grânulos com diferentes tamanhos e formatos na mesma cultivar também apresentaram diferenças quanto ao teor de amilose. Os resultados encontrados em relação à atividade de enzimas envolvidas na degradação do amido indicam que a degradação do amido não depende só da presença ou da associação das enzimas ao grânulo e, talvez, dependa também de mudanças na estrutura dos grânulos, tornando-os mais susceptíveis à degradação. O conjunto de resultados em relação às enzimas e à estrutura dos grânulos de amido das cultivares permite supor que o tamanho e formato dos grânulos tenham influência decisiva na sua susceptibilidade à degradação. Assim, escolhemos as cultivares Mysore e Terra para verificar se o tamanho e o formato dos grânulos de amido da banana têm características estruturais que os tornam mais ou menos susceptíveis à degradação, durante o amadurecimento do fruto e também se são resultado de diferentes aparatos enzimáticos de síntese, o que explicaria suas diferenças.

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.