Busca avançada
Ano de início
Entree

Persistência da interação hospedeiro-parasitóide mediada por estrutura espacial e parâmetros demográficos dependentes da densidade

Processo: 09/05743-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de agosto de 2009
Vigência (Término): 31 de julho de 2013
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Ecologia - Ecologia Teórica
Pesquisador responsável:Marcus Aloizio Martinez de Aguiar
Beneficiário:Carolina Reigada Montoya
Instituição-sede: Instituto de Física Gleb Wataghin (IFGW). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):12/01189-7 - Efeitos de redes espaciais complexas para a coexistência de interações hospedeiro-parasitóide efêmeras, BE.EP.PD
Assunto(s):Modelos matemáticos

Resumo

Este estudo tem como finalidade verificar através de experimentação laboratorial e modelagem matemática a persistência da interação hospedeiro-parasitóide sob duas perspectivas: espacial e não espacial. As populações de hospedeiros serão representadas por C. megacephala (Diptera: Calliphoridae) e as populações de parasitóides por Nasonia vitripennis (Himenoptera: Pteromalidae). Os efeitos de fatores inerentes a um sistema metapopulacional, tais como parâmetros demográficos dependentes da densidade - taxas de migração entre subpopulações e capacidade suporte - e tamanho da metapopulação serão analisados em termos de persistência das espécies envolvidas. O comportamento de agregação dos parasitóides em resposta à densidade de diferentes hospedeiros nos patches via migração tem importância para o conhecimento da dinâmica de populações conectadas por migração e para a implementação de controle biológico de dípteros sinantrópicos.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
REIGADA, CAROLINA; DE AGUIAR, MARCUS A. M. Host-parasitoid persistence over variable spatio-temporally susceptible habitats: bottom-up effects of ephemeral resources. OIKOS, v. 121, n. 10, p. 1665-1679, OCT 2012. Citações Web of Science: 2.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.