Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeito do isolamento social precoce na resposta de inibição por pré-pulso do reflexo de sobressalto acústico em ratos testados nas fases puberal e pós-puberal: um modelo de esquizofrenia

Processo: 07/57356-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de novembro de 2007
Vigência (Término): 30 de abril de 2009
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Farmacologia - Neuropsicofarmacologia
Pesquisador responsável:Regina Cláudia Barbosa da Silva
Beneficiário:Patrícia de Carvalho Sotero
Instituição-sede: Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus Baixada Santista. Santos , SP, Brasil
Assunto(s):Esquizofrenia   Isolamento social   Dopamina   Ratos

Resumo

Vários estudos já realizados, mostram que ratos submetidos ao isolamento social precocemente apresentam, na fase adulta, alterações comportamentais e fisiológicas importantes, em decorrência do estresse produzido pelo isolamento, considerando que esses animais tendem a conviver socialmente em seu ambiente natural. A exposição ao estresse muito intenso parece aumentar a liberação de dopamina e noradrenalina em estruturas do sistema límbico como no núcleo accumbens em ratos. Sabe-se ainda que o efeito antipsicótico de drogas como a dorpromazina e o haloperidol deve-se a ação dessas drogas em bloquear a atividade dopaminérgica. Conjuntamente, a hipótese da vulnerabilidade ao estresse e a teoria dopaminérgica parecem estar associadas na etiologia da esquizofrenia. Um modelo animal de esquizofrenia bastante utilizado, baseado em processos atencionais, é o modelo da inibição por pré-pulso (IPP) do reflexo de sobressalto. A função da IPP é a de filtrar informações irrelevantes, possibilitando ao indivíduo direcionar sua atenção a aspectos mais importantes do ambiente refletindo dessa forma um processo pré-atentivo. Pacientes com esquizofrenia exibem déficits nestas respostas. Sabe-se que a esquizofrenia apresenta uma latência definida de desenvolvimento, em que o primeiro episódio costuma ocorrer no final da adolescência ou início da idade adulta. O objetivo desse trabalho é verificar o efeito estressor do isolamento social, ocorrido após o desmame, na resposta de inibição por pré-pulso do reflexo de sobressalto acústico, em ratos testados em duas fases distintas de desenvolvimento: fase puberal - período de isolamento, 4 semanas após o desmame; e fase pós-puberal - período de isolamento, 7 semanas após o desmame. Será verificado se o isolamento social produzirá déficits na resposta de IPP, e se esses déficits podem ser atenuados ou revertidos pela administração aguda de antipsicóticos típicos (haloperidol) e atípico (clozapina). (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.