Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo da sinterização de nitreto de alumínio a partir de pós comerciais e de pós sintetizados em reator a plasma

Processo: 00/01420-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de maio de 2000
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2000
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia de Materiais e Metalúrgica - Materiais Não-metálicos
Pesquisador responsável:Antonio Carlos da Cruz
Beneficiário:André Luiz Molisani
Instituição-sede: Instituto de Pesquisas Tecnológicas S/A (IPT). Secretaria de Desenvolvimento Econômico (São Paulo - Estado). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:98/14864-5 - Desenvolvimento de um reator protótipo para síntese em fase vapor de pós finos de nitreto de alumínio, AP.JP
Assunto(s):Microestruturas   Sinterização   Aditivos   Pós   Nitreto de alumínio   Cerâmica (materiais cerâmicos)

Resumo

A cerâmica de nitreto de alumínio vem despertando grande interesse pela indústria de componentes eletrônicos principalmente por apresentar elevada condutividade térmica, o que a torna um excelente material para substrato e encapsulamento de dispositivos eletrônicos miniaturizados. Este trabalho é parte do projeto de pesquisa "DESENVOLVIMENTO DE UM REATOR PROTÓTIPO PARA SÍNTESE EM FASE VAPOR DE PÓS FINOS DE NITRETO DE ALUMÍNIO", financiado pela FAPESP (Projeto No. 99/14864-5; sumário apresentado no anexo A), cujo principal objetivo é a produção de pós de AIN em reator a plasma. Um dos objetivos deste trabalho é verificar a sinterabilidade dos pós produzidos por este reator, tomando por referência o processamento de pós de AIN comerciais. Serão estudadas a influência de aditivos, temperatura e tempo na sinterização de um pó de AIN comercial. As amostras sinterizadas serão caracterizadas pela medição de densidade e por análise microestrutural por microscopia óptica, microscopia eletrônica de varredura, microanálise por espectrometria por energia dispersiva e difratometria de raios-X. Este trabalho é continuação de um estudo iniciado em março de 1999, onde o candidato à bolsa André Luiz Molisani estabeleceu algumas metodologias relacionadas ao desenvolvimento de cerâmicas de AIN: I) rota de processamento de AIN com alta densidade; II) medição de densidade; III) rotina de preparação ceramográfica (polimento e ataque térmico). (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.