Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliacao da capacidade fotossintetica em eucaliptos transgenicos.

Processo: 02/09165-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de fevereiro de 2003
Vigência (Término): 31 de janeiro de 2005
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Recursos Florestais e Engenharia Florestal - Silvicultura
Pesquisador responsável:Carlos Alberto Labate
Beneficiário:Karina de Lima
Instituição-sede: Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (ESALQ). Universidade de São Paulo (USP). Piracicaba , SP, Brasil
Assunto(s):Fotossíntese   Eucalipto   Biotecnologia

Resumo

O projeto de IC tem por objetivo a avaliação de plantas transgênicas de eucalipto (E. grandis x E. urophylla), que superexpressam o gene Lhcb1*2 de ervilha (Gonzáles et al. 2002). Esse gene codifica uma proteína de 28 kDa do sistema antena (LHCIIb). O aumento da produção dessa proteína em plantas de tabaco (Nicotiana tabacum L.) levou a uma série de efeitos pleiotrópicos no desenvolvimento e metabolismo fotossintético. As plantas de tabaco apresentaram uma maior, capacidade fotossintética em condições limitantes de luz e, ao contrário do que se esperava, em alta intensidade de luz não houve uma redução da capacidade fotossintética. Esse fato é muito relevante pois a literatura mostra que plantas cultivadas em condições de baixa luminosidade apresentam a antena (LHCII) do fotossistema II ampliada e, se transferidas para alta irradiância esse aumento seria prejudicial, exacerbando os efeitos fotoinibitórios. O projeto tem por objetivos a avaliação da capacidade fotossintética das plantas transgênicas de eucalipto, em condições limitantes e de excesso de luz. Curvas de luz e de CO2 serão obtidas com plantas cultivadas em baixa e alta luminosidade. (AU)