Busca avançada
Ano de início
Entree

Frações solares UV, Par e IV na superfícies terrestre: séries temporais das médias horárias mensais e equações de estimativa de Liu Jordan

Processo: 06/52839-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de agosto de 2006
Vigência (Término): 31 de julho de 2007
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Agrometeorologia
Pesquisador responsável:João Francisco Escobedo
Beneficiário:Felipe Luis Petrini
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Agronômicas (FCA). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Assunto(s):Radiação solar   Raios ultravioleta   Análise de séries temporais   Relação Sol-Terra

Resumo

O projeto tem como objetivo principal determinar as variações sazonais das frações ultravioleta (Kuv), fotossintética (Kpar) e infravermelho (Kiv) do espectro solar. O segundo objetivo é a obtenção das equações de estimativa das frações Kuv, Kiv e Kpar em função da transmissividade atmosférica Kt, segundo mocjelo de Liu - Jordan. No estudo das variações sazonais, serão propostas duas séries temporais: a evolução diária da médias horárias mensal, e a evolução anual da médias mensais horárias. Nessa fase, serão determinadas as energias, as equações temporais, a sazonalidade e os percentuais das radiações de cada faixa espectral em relação total. O conhecimento das séries sazonais é de fundamental importância para a elaboração de projetos que visam os processos fotossintéticos, produção de biomassa, conversão de energia, conforto térmico, etc. A proposta dos modelos de estimativa para as frações espectrais representa um estudo moderno e necessário para as áreas de interesse, principalmente as biológicas e ambientais, que não dispõem de instrumentos de medidas específicos para estas radiações. A vantagem desse método consiste em se obter informações das frações espectrais a partir de uma radiação integrada como a radiação global, que é mais facilmente monitorada em estações meteorológicas. As equações de estimativa representam uma economia nos custos dos equipamentos de medida. (AU)