Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação da camada híbrida de adesão e tags resinosos formados na parede interna de canais radiculares de raízes de dentes bovinos após cimentação de pinos de fibra de carbono

Processo: 07/05707-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2007
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2008
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia
Pesquisador responsável:Silvio Jose Mauro
Beneficiário:Luana Barbosa
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia (FOA). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Araçatuba. Araçatuba , SP, Brasil
Assunto(s):Dentística   Cimentação   Adesivos dentinários   Canal radicular   Pinos dentários   Técnica para retentor intrarradicular

Resumo

Este estudo tem por objetivo avaliar a camada híbrida de adesão e prolongamentos resinosos (Tags) formados na parede interna de canais radiculares de raízes de dentes bovinos após o tratamento endodôntico e cimentação de pinos de fibras de carbono (Æstheti-Post - Bisco, Inc. - Schaumburg-Illinois - USA), utilizando dois sistemas adesivos, um dual (All Bond® 2 - Bisco, Inc. - Schaumburg-Illinois - USA), e um fotoativado (One Step(™) - Bisco, Inc. - Schaumburg-Illinois - USA) e um cimento resinoso (Duolink - Bisco, Inc. - Schaumburg-Illinois - USA) em dentina seca ou úmida. Para tal propósito, serão utilizados 40 dentes bovinos que terão suas raízes seccionadas de suas coroas, e estas desprezadas. As raízes selecionadas serão aquelas que possuírem canais radiculares de menor diâmetro, possibilitando um preparo intra-radicular que não cause uma ampliação demasiada dos mesmos prejudicando assim a retenção do pino. Os canais das 40 raízes bovinas serão tratados endodonticamente, a região coronária selada e armazenadas por sete dias. Após este período a obturação radicular será removida em 10 mm, e no seu interior cimentados pinos de fibra de carbono de acordo com os seguintes grupos: GI 1 - dentina seca + adesivo dual; GI 2 - dentina seca + sistema adesivo fotoativado; GII 1 - dentina úmida + adesivo dual e GII 2 - dentina úmida + sistema adesivo fotoativado. Após a dentina radicular ter recebido condicionamento com ácido fosfórico, aplicação do sistema adesivo de acordo com cada grupo experimental será cimentado, em seu interior, pinos de fibra de carbono com cimento Duolink (Bisco, Inc. - Schaumburg-Illinois - USA). Após 7 dias de armazenamento, as raízes serão acopladas em uma máquina de ensaio universal (EMIC) e os pinos submetidos a um esforço de tração. Em seguida, os dentes serão descalcificados, e realizadas à sua inclusão em parafina, estes serão seccionados em série no sentido transversal das raízes, com 6 µm de espessura, montados em lâminas de vidro e serão corados pelo método Brown & Brenn (BROWN; BRENN, 1931). Os cortes serão analisados em microscopia óptica sob luz polarizada, e a presença da camada híbrida de adesão e prolongamentos resinosos (Tags) formados nas paredes internas do canal radicular serão avaliados com uma ocular micrométrica 40/075. Serão submetidos às médias de cada espécime ao teste estatístico da análise de variância e teste de Tukey ao nível de significância de 5%.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)