Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo in vivo da biocompatibilidade de cerâmicas de vidro fluoretadas (fluorcanasites) com diferentes composições como material de substituição de tecido ósseo

Processo: 05/58132-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de janeiro de 2006
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2006
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Cirurgia Buco-maxilo-facial
Pesquisador responsável:Luiz Antonio Salata
Beneficiário:Daniela Nair Borges Felipucci
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia de Ribeirão Preto (FORP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Substitutos ósseos   Ósseointegração   Teste de biocompatibilidade   Vitrocerâmica   Fluorcanasite

Resumo

Fluorcanasita consiste de uma cadeia múltipla de silicato, com microestrutura altamente cristalina formada de lâminas inter-penetrantes, o que resulta em aumentada força flexural e resistência à fratura. No final da década de 90 pesquisadores da Universidade de Sheffield (Inglaterra) e de Ribeirão Preto (USP) desenvolveram e testaram in vivo uma fluorcanasita (Ca5Na4K2Si12O30F4) como material substituto ósseo (Rocha Barros et al., 2002). A microscopia dos sítios implantados revelou que o material se fragmentava em contato com os tecidos e estavam relacionados com uma intensa resposta inflamatória e acúmulo de células multinucleadas ao seu redor. Estes efeitos foram interpretados como uma conseqüência da instabilidade físico-química da fluorcanasita. Recentemente, pesquisadores de Sheffield desenvolveram diversas fluorcanasitas na forma de cerâmicas de vidro com o objetivo de aumentar a bioatividade e determinar seu potencial osseocondutivo utilizando modelos experimentais in vitro. Estes estudos demonstraram que as fluorcanasitas às quais foi adicionado P2O5 à composição, ou aquelas que foram enriquecidas com cálcio, resultaram em maior deposição de apatita nas suas superfícies. Utilizando a metodologia empregada no trabalho de Rocha Barros et al. [2002], o presente projeto de pesquisa visa comparar os resultados obtidos anteriormente com os resultantes da implantação de três novas composições de fluorcanasita na forma de cerâmica de vidro, uma fórmula de vidro não-ceramizado; e Bioglass™, em fêmur de coelhos. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
BANDYOPADHYAY-GHOSH, S.; FARIA, P. E. P.; JOHNSON, A.; FELIPUCCI, D. N. B.; REANEY, I. M.; SALATA, L. A.; BROOK, I. M.; HATTON, P. V. Osteoconductivity of modified fluorcanasite glass-ceramics for bone tissue augmentation and repair. Journal of Biomedical Materials Research Part A, v. 94A, n. 3, p. 760-768, SEP 1 2010. Citações Web of Science: 11.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.