Busca avançada
Ano de início
Entree

Diversidade genética e estrutura populacional de Colletotrichum acutatum, agente da podridão floral em citros, no Estado de São Paulo

Processo: 08/55176-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de outubro de 2008
Vigência (Término): 30 de setembro de 2012
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Fitossanidade
Pesquisador responsável:Lilian Amorim
Beneficiário:Maisa Ciampi Guillardi
Instituição-sede: Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (ESALQ). Universidade de São Paulo (USP). Piracicaba , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:08/54176-4 - Epidemiologia molecular e manejo da podridão floral dos citros em áreas de expansão da cultura no estado de São Paulo, AP.TEM
Assunto(s):Epidemiologia   Genética populacional   Citricultura   Podridão (doença de planta)

Resumo

A migração da citricultura paulista para a região sudoeste do Estado tem sido favorável à ocorrência da podridão floral dos citros, causada pelo ascomiceto Colletotrichum acutatum, acarretando a abscisão de frutos jovens. Apesar da sua importância, não há informações se populações de C. acutatum exibem estrutura clonal ou panmítica; se plantas de citros são infectadas por muitos genótipos; se as populações geográficas de C. acutatum são geneticamente subdividas ou se ocorre fluxo gênico livremente pelo Estado e qual a importância da migração e a origem dos migrantes de C. acutatum distribuídos entre os pomares de citros em São Paulo. Os objetivos desse estudo são determinar a extensão da diferenciação genética dentro e entre as populações de C. acutatum infectando citros, detectando migrantes e as prováveis rotas migratórias do patógeno pelo Estado. A amostragem será realizada em três níveis hierárquicos de organização do hospedeiro: dentro de cada planta, entre plantas de um mesmo talhão e entre talhões, para cada ano de estudo (quatro anos no total), em dois municípios da região sudoeste paulista e dois na região central do Estado, possibilitando uma avaliação temporal da diversidade de C. acutatum. Nesse estudo duas hipóteses serão testadas: (i) populações de C. acutatum de citros são geneticamente subdivididas ou diferenciadas; (ii) populações de C. acutatum de citros são clonais em estrutura. Será empregada uma estratégia de genotipagem usando marcadores moleculares do tipo microssatélites, visando diferenciar genótipos de C. acutatum de citros no Estado de São Paulo. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
CIAMPI-GUILLARDI, MAISA; BALDAUF, CRISTINA; SOUZA, ANETE PEREIRA; SILVA, GERALDO JOSE; AMORIM, LILIAN. Recent Introduction and Recombination in Colletotrichum acutatum Populations Associated with Citrus Postbloom Fruit Drop Epidemics in Sao Paulo, Brazil. PHYTOPATHOLOGY, v. 104, n. 7, p. 769-778, JUL 2014. Citações Web of Science: 5.
CIAMPI, M. B.; BALDAUF, C.; VIGNA, B. B. Z.; SOUZA, A. P.; SPOSITO, M. B.; AMORIM, L. Isolation and characterization of microsatellite loci in Colletotrichum acutatum, the causal agent of postbloom fruit drop on citrus. CONSERVATION GENETICS RESOURCES, v. 3, n. 4, p. 651-654, OCT 2011. Citações Web of Science: 7.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.