Busca avançada
Ano de início
Entree

Analise da expressao proteica do gene reck na nic 3 e no carcinoma invasor do colo uterino.

Processo: 05/01520-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de agosto de 2005
Vigência (Término): 31 de julho de 2007
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Saúde Materno-infantil
Pesquisador responsável:Luiz Carlos Zeferino
Beneficiário:Tatiane Fernandes
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Médicas (FCM). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Imuno-histoquímica   Colo uterino   Metaloproteases

Resumo

PROJETO DE PESQUISARESUMO INFORMATIVOO carcinoma de colo uterino tem uma fase pré-invasiva e outra invasora bem definida. Além disso, sabe-se que o gene RECK inibe a atividade das metaloproteases, que tem importante papel na degradação da matriz extracelular e da lâmina basal do epitélio, o que poderia facilitar a invasão tumoral. Entretanto, os mecanismos que desencadeiam esse processo de invasão não são conhecidos. Portanto, o objetivo deste estudo será através da análise da expressão protéica do gene RECK verificar se há variação da sua expressão na NIC 3 e no carcinoma escamoso invasor do colo uterino. Serão selecionadas lâminas de 45 mulheres cuja biópsia do colo uterino revelou NIC 3 e lâminas de 45 mulheres com carcinoma escamoso micro-invasivo do colo uterino, a partir dos prontuários das mulheres atendidas na Divisão de Oncologia do CAISM, UNICAMP. A expressão do gene RECK será pesquisada através de técnica de imunoistoquímica para detectar a proteína RECK em cortes histológicos dos espécimes de carcinoma fixados em formaldeído e incluídos em parafina. Os ensaios imunoistoquímicos serão realizados no Laboratório de Patologia do Departamento de Análises Clínicas e Toxicológicas da Faculdade de Ciências Farmacêuticas da Universidade de São Paulo. Testes para análise bivariada e multivariada serão realizados, sendo os resultados expressos em valores de OR com seus respectivos intervalos de confiança a 95%.