Busca avançada
Ano de início
Entree

Papel da via da calcineurina/NFAT no processo de hipertrofia cardíaca induzida pelo hormônio tiroideano (T3)

Processo: 07/59554-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de abril de 2008
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2008
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Morfologia
Pesquisador responsável:Marcela Sorelli Carneiro Ramos
Beneficiário:Caroline Emy Rodrigues Shibata
Instituição-sede: Instituto de Ciências Biomédicas (ICB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Cardiomegalia   Peptídeos e proteínas de sinalização intracelular   Hormônios tireóideos

Resumo

O hormônio tiroideano (T3) atua em diversos aspectos da manutenção da homeostase, incluindo efeitos sobre a diferenciação e metabolismo. Todos os tecidos musculares possuem receptores para o T3 em diferentes proporções e existem dados sólidos na literatura a respeito do impacto biológico deste hormônio nos tecidos musculares. No músculo cardíaco o T3 exerce profunda influência sobre o trofismo e contratilidade cardíacos. Apesar de se conhecerem relativamente bem os efeitos estruturais/funcionais do T3 sobre os tecidos musculares, as possíveis vias intracelulares moduladas pelo referido hormônio ainda são pouco conhecidas. Neste sentido, diversos estudos têm demonstrado que a via da Calcineurina/NFAT está diretamente relacionada com o processo de hipertrofia cardíaca em diferentes modelos experimentais. A calcineurina é uma fosfatase específica que é unicamente ativada por elevações sustentadas de cálcio intracelular. Além disso, sabe-se que esta proteína é um efetivo indutor do crescimento cardíaco e tem sido mostrada como necessária para a hipertrofia em resposta a um estímulo patológico e/ou fisiológico, sendo sua ativação controlada por proteínas modulatórias (MCIPs - Modulatory Calcineurin Interacting-Proteins), largamente expressas nos diversos tecidos, incluindo o coração. Sendo assim, este projeto tem como objetivo avaliar a contribuição da via Calcineurina/NFAT no processo de hipertrofia cardíaca promovida pelo T3 in vivo, utilizando ratos submetidos ao hipertireoidismo experimental e, in vitro, utilizando cultura primária de cardiomiócitos como modelo experimental. (AU)