Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação "in vitro" da capacidade de penetração do cimento endodôntico em túbulos dentinários utilizando diferentes irrigantes durante a instrumentação. estudo em microscopia eletrônica de..

Processo: 04/01537-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de junho de 2004
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2004
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Endodontia
Pesquisador responsável:Alexandre Augusto Zaia
Beneficiário:Patrícia Maria Wiziack Zago
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia de Piracicaba (FOP). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Piracicaba , SP, Brasil

Resumo

O sucesso do tratamento endodôntico está intimamente relacionado com a correta limpeza, modelagem e posterior obturação do sistema de canais radiculares. Este sistema, por sua vez, apresenta anatomia extremamente complexa o que torna a fase de instrumentação uma tarefa difícil. Para que a limpeza desse sistema seja eficiente a instrumentação necessita de um irrigante, que dependendo da substância química utilizada, pode proporcionar uma melhor ou pior limpeza das paredes do canal. Paredes livres de debris, matéria orgânica, microrganismos e "smear layer", certamente permitirão, no momento da obturação, um melhor escoamento do cimento obturador pelas irregularidades do sistema e também para o interior dos túbulos dentinários, aumentando assim o selamento da obturação. Este trabalho se propõe a avaliar influência de soluções irrigantes na capacidade de penetração intra-dentinária do cimento obturador Kerr pulp canal sealer (Kerr corporation). Para isto serão utilizados 25 dentes subdivididos em 5 grupos de acordo com cada tipo de irrigante: hipoclorito de sódio a 5,25%, hipoclorito de sódio a 5,25% complementado com EDTA 17%, Clorexidina gel a 2%, Clorexidina gel a 2% complementado com EDTA 17% e soro fisiológico. Ao final, estes dentes serão obturados pela técnica de condensação lateral. Feito isso, os dentes serão clivados no sentido longitudinal e analisados no microscópio eletrônico de varredura mensurando a penetração do cimento endodôntico nos túbulos dentinários. (AU)