Busca avançada
Ano de início
Entree

Desenvolvimento, caracterização, terapia antifúngica e imunização de modelo hiporresponsivo de paracoccidioidomicose experimental

Processo: 08/04289-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de outubro de 2008
Vigência (Término): 30 de setembro de 2009
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Microbiologia - Microbiologia Aplicada
Pesquisador responsável:Carlos Pelleschi Taborda
Beneficiário:Daniel de Assis Santos
Instituição-sede: Instituto de Ciências Biomédicas (ICB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Paracoccidioidomicose   Modelo experimental   Micologia

Resumo

A paracoccidioidomicose é uma micose sistêmica que afeta primariamente os pulmões. Lesões secundárias aparecem frequentemente nas membranas mucosas, linfonodos, pele e adrenais. O agente etiológico da condição é o fungo dimórfico Paracoccidioides brasiliensis. A doença causada por P. brasiliensis pode surgir em seqüência à infecção primária ou por reativação depois de período de latência, que pode durar muitos anos. A resposta imune contra o P. brasiliensis pode conter a infecção, no entanto, uma fração do inóculo inicial pode sobreviver por vários anos e servir como reservatório da doença, sendo reativado em condições de imunocomprometimento. Esse reservatório libera, continuadamente, antígenos para a circulação sanguínea. Essa liberação de antígenos tem sido implicada na geração de estado de hiporresponsividade em pacientes com a forma crônica da doença. A indução de anergia (hiporresponsividade) em modelos diferentes da paracoccidioidomicose já foi realizada por meio da utilização de um peptídeo derivado da toxina tetânica. Considerando a necessidade de melhor compreensão da relação parasito-hospedeiro na paracoccidioidomicose experimental, o projeto ora proposto objetiva o desenvolvimento e caracterização de um modelo animal que mimetize as características de hiporresponsividade humana durante a doença crônica, envolvendo análise histopatológica, imunológica e terapêutica.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
MENDES, F. E. S.; OLIVEIRA, L. V. N.; FARIA, E. S.; ALVARENGA, D. G.; PINTO, M. R.; TABORDA, C. P.; SOARES, B. M.; CISALPINO, P. S.; SANTOS, D. A. Correlation of the in vitro antifungal drug susceptibility with the in vivo activity of fluconazole in a murine model of cerebral infection caused by Cryptococcus gattii. EUROPEAN JOURNAL OF CLINICAL MICROBIOLOGY & INFECTIOUS DISEASES, v. 29, n. 12, p. 1525-1532, DEC 2010. Citações Web of Science: 12.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.