Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudos estruturais de complexos formados entre toxinas botrópicas e inibidores vegetais e sintéticos com a utilização de técnicas de bioinformática e cristalografia

Processo: 06/54422-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2006
Vigência (Término): 30 de novembro de 2009
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Biofísica - Biofísica Molecular
Pesquisador responsável:Marcos Roberto de Mattos Fontes
Beneficiário:Angelo José Magro
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IBB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Assunto(s):Biologia computacional   Cristalografia   Peptídeo hidrolases   Venenos de serpentes

Resumo

Este projeto de pesquisa objetiva o estudo estrutural de vários complexos formados entre toxinas botrópicas (fosfolipases A2, fosfolipases A2 homólogas, metaloproteases e serinoproteases) e inibidores vegetais e sintéticos. Para tanto serão construídos, inicialmente, modelos experimentais e teóricos (criados a partir de técnicas de threading) das toxinas citadas. Após a elaboração dos complexos através de métodos de docking, os modelos serão submetidos a processos de simulação da dinâmica molecular. Concomitantemente, ocorrerão experimentos de co-cristalização com algumas toxinas e inibidores disponíveis de modo a se obter a estrutura tridimensional destes complexos por intermédio da técnica de cristalografia. Os dados teóricos e experimentais obtidos a partir dos modelos em questão poderão ser de grande valia para a identificação, caracterização e desenvolvimento (drug design) de compostos com grande potencial de uso biotecnológico e farmacológico. Neste último caso, tais compostos poderiam ser utilizados para o controle de sintomas em muitos casos de envenenamento ofídico e, também, no combate a uma miríade de processos patológicos (coagulopatias, doenças inflamatórias degenerativas e auto-imunes, mal de Alzheimer, esquizofrenia, entre outras) cujas etiologias estão relacionadas a moléculas pertencentes aos mesmos grupos de proteínas onde se encontram classificadas as toxinas botrópicas que serão estudadas neste projeto. (AU)