Busca avançada
Ano de início
Entree

Micro-texturas e quimismo dè minerais acessórios: ferramentas Pará identificação e quantificação da evolução dè terrenos cristalinos. nós cristalinos

Processo: 05/55146-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de abril de 2006
Vigência (Término): 31 de março de 2009
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Geociências - Geologia
Pesquisador responsável:Silvio Roberto Farias Vlach
Beneficiário:Lucelene Martins
Instituição-sede: Instituto de Geociências (IGC). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Microanálise   Isótopos

Resumo

O desenvolvimento e a expansão das técnicas de análise química e isotópica in situ têm revelado a riqueza de informações sobre a sucessão de eventos geológicos registrada em minerais acessórios. As variações químicas de elementos traço e isotópica dos minerais acessórios são indicadores importantes que permitem registrar de forma quantitativa o comportamento destes minerais ao longo de histórias de rochas ígneas e metamórficas. A combinação das análises por LA-ICPMS e microssonda eletrônica vem responder a necessidade de compreender química e isotopicamente os múltiplos domínios texturais presentes em um simples grão mineral. Aproveitando as oportunidades instrumentais e analíticas que se abrem, pretende-se otimizar-rotinas analíticas para a obtenção de mapas composicionais e de idade de alta resolução de minerais acessórios, em especial monazita, e análises pontuais químicas e isotópicas in situ por microssonda eletrônica e LA-ICPMS - ferramentas poderosas para análises geoquímicas, geocronológicas e micro-estruturais, com um poder único para desvendar processos geológicos. (AU)