Busca avançada
Ano de início
Entree

GÊNERO NA ESCOLA: NO DISCURSO E NAS RELAÇÕES SOCIAIS DE CRIANÇAS DE 10 e 11 ANOS DO ENSINO FUNDAMENTAL.

Processo: 09/18615-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de julho de 2010
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2010
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Educação
Pesquisador responsável:Tânia Suely Antonelli Marcelino Brabo
Beneficiário:Jozimara Assunção Camilo Alves
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia e Ciências (FFC). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Marília. Marília , SP, Brasil

Resumo

No processo de socialização, além do conhecimento transmitem-se valores, idéias, comportamentos, que influenciam na construção das identidades de homens e mulheres, além dos lugares e funções determinadas para cada sexo, que é concebido como próprio ou natural. Esta construção dos papéis sociais, segundo o sexo dos indivíduos, é o que busco entender a partir da fala das crianças de Ensino Fundamental, na faixa etária entre 10 e 11 anos. A escola reproduz, em suas normas, métodos e na própria estrutura física, a naturalização dessas relações presentes na sociedade, apontando modelos, delimitando os espaços e reafirmando o que cada indivíduo pode ou não fazer segundo seu sistema hierarquizado. Identificar na fala de crianças os estereótipos de gênero e étnico que, porventura, tenham já apropriado, mostrando o reflexo disso em suas ações bem como na forma como elas se enxergam na sociedade, é o objetivo desta investigação. As falas serão observadas e coletadas através de uma pesquisa qualitativa, um estudo de caso, no decorrer das oficinas de "Historias de Vida", focando, além das relações escolares, a própria criança como sujeito da sua historia. Esta pesquisa será realizada em uma escola pública, colocando em debate a maneira delas sentirem e observarem o seu entorno, levantando questionamentos e inserindo temas de discussão como o preconceito de gênero e étnico. Nesse trabalho procuro não só analisar a concepção e o conhecimento das crianças sobre os temas acima citados, mas também promover e estimular a reflexão crítica por meio de vivências e experiências pessoais em oficinas.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)