Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo teórico-experimental de surfactantes na formação de nanoestrutura 1D de ZnO

Processo: 06/55455-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2006
Vigência (Término): 30 de novembro de 2008
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia de Materiais e Metalúrgica - Materiais Não-metálicos
Pesquisador responsável:José Arana Varela
Beneficiário:Renata Cristina de Lima
Instituição-sede: Instituto de Química (IQ). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Araraquara. Araraquara , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:98/14324-0 - Multidisciplinary Center for Development of Ceramic Materials, AP.CEPID
Assunto(s):Materiais nanoestruturados   Óxido de zinco   Desenvolvimento de novos materiais   Surfactantes

Resumo

O avanço atual no conhecimento das propriedades de nanopartícuias e de suas possíveis aplicações tecnológicas tem motivado estudos mais abrangentes sobre os processos de formação das mesmas, Nanoestruturas unidimensionais (1D), em particular, oferecem oportunidades fundamentais para investigar os efeitos de tamanho e dimensionalidade em suas propriedades como ópticas, magnéticas e eletrônicas. Neste contexto, no presente projeto pretende-se sintetizar nanoestruturas 1D de ZnO via rota hidrotermal e, realizar um estudo mecânico quântico da interação do "cluster" de ZnO com diferentes surfactantes e verificar as possibilidades de formação de nanofios e nanofitas deste oxido. Pretende-se combinar experimentos de laboratório e cálculos teóricos dentro de uma estratégia sinergética para entender a organização das nanopartícuias e estrutura final dos materiais. O material a ser preparado foi escolhido por apresentar propriedades eletrônicas interessantes em uma variedade de potenciais aplicações tecnológicas. Um progresso teórico-experimental é muito importante na área de nanoestruturas 1D para entender a organização das partículas e as diferentes morfologias obtidas e assim programar o sistema para produzir o modelo final com forma e cristalinidade desejadas para a obtenção de novos materiais com tamanho, estrutura e composição controlados. (AU)