Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeitos da complexidade do ambiente nas interações agressivas entre acarás e tilápias-do-Nilo

Processo: 10/01399-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de maio de 2010
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2010
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Zoologia - Comportamento Animal
Pesquisador responsável:Tânia Marcia Costa
Beneficiário:Fabio Henrique Carretero Sanches
Instituição-sede: Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus Experimental do Litoral Paulista. São Vicente , SP, Brasil
Assunto(s):Enriquecimento ambiental   Comportamento agressivo   Agressão

Resumo

A tilápia-do-Nilo (Oreochromis niloticus) é uma espécie importante para aqüicultura brasileira. Entretanto, prováveis erros de manejo a introduziram nos sistemas dulcícolas e estuarinos. A tilápia sobrepõe o nicho do ciclídeo brasileiro acará (Geophagus brasiliensis) o que pode levar a exclusão competitiva. Como os animais muitas vezes competem por recursos por meio de interações agressivas, é possível que a exclusão competitiva ocorra se estas espécies apresentarem diferenças quanto à habilidade de luta ou agressividade. Há indícios de que a tilápia possui maior habilidade competitiva em ambientes degradados. Por outro lado, em ambientes preservados e, consequentemente, de maior complexidade os efeitos das tilápias nas populações de acará são amortecidos. Isso pode ser fruto da motivação agressiva induzida pela quantidade de recursos que um ambiente degradado possui em relação a um preservado, ou seja, conforme a teoria dos jogos, a motivação agressiva durante as interações sociais é modulada pelo valor dos recursos em disputa. Assim, testaremos a hipótese de que nas disputas agressivas entre juvenis de acarás e tilápias-do-Nilo o enriquecimento ambiental pode prever a resolução de uma luta, onde a tilápia tenha maior probabilidade de vencer uma disputa em ambientes degradados, o que aponta para possibilidade do acará poder ter vantagens de disputa conforme aumenta a complexidade do ambiente.