Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeito da intensificação do manejo da pecuária no sequestro de carbono em solos de pastagem e prospecção de novos métodos de análise com potencial para aplicação in situ

Processo: 10/09211-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de novembro de 2010
Vigência (Término): 31 de janeiro de 2014
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Ciência do Solo
Pesquisador responsável:Débora Marcondes Bastos Pereira
Beneficiário:Aline Segnini
Instituição-sede: Embrapa Instrumentação Agropecuária. Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (EMBRAPA). Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Brasil). São Carlos , SP, Brasil
Assunto(s):Espectroscopia   Mudança climática

Resumo

Na avaliação da dinâmica da matéria orgânica do solo (MOS) em um ecossistema pode-se obter parâmetros fundamentais para a mitigação de CO2 na atmosfera, tema este que é um enfoque importante das Mudanças Climáticas Globais. A Embrapa Pecuária Sudeste, localizada em São Carlos-SP, tem vasta experiência no manejo de gramíneas tropicais e atualmente tem voltado seus estudos na sustentabilidade da pecuária focando temas como a recuperação de pastagens degradadas, o manejo intensivo de pastagens, o uso de mecanismos de desenvolvimento limpo com a adequação das fontes e doses de corretivos e fertilizantes utilizados nas pastagens e os impactos ambientais dos diferentes sistemas de produção. Neste contexto o balanço entre as emissões de gases de efeito estufa e o sequestro de carbono no solo em diferentes protótipos de produção de pecuária de corte poderá auxiliar em grande parte no entendimento dos problemas ambientais atribuídos à pecuária nacional, além de melhorar a competitividade do setor. A Embrapa Instrumentação Agropecuária, também localizada em São Carlos-SP, tem atuado há mais de uma década em estudos da dinâmica, reatividade e na busca de indicadores da qualidade da MOS em diferentes manejos de solos, contando com infra-estrutura laboratorial e equipamentos adequados para atuação no tema. Com isso, técnicas de Espectroscopia de Infravermelho Próximo (NIRS), de Emissão Óptica com Plasma Induzido por Laser (LIBS) e Fluorescência Induzida por Laser (LIFS) serão empregadas em estudos quantitativos e qualitativos do carbono em solos de pastagens degradadas, em recuperação e intensificadas, localizados em área experimental da Embrapa Pecuária Sudeste. A espectroscopia tem se mostrado uma ferramenta rápida, de baixo custo, reprodutiva, não destrutiva e limpa para a identificação, quantificação e caracterização de compostos orgânicos do solo. O uso da técnica de Microtomografia de Raios-X também permitirá focar o solo intacto, na determinação da estrutura do solo ao avaliar quanto e como um determinado sistema de pastagem pode afetar a compactação do solo, assim como os agregados, a porosidade, os minerais, a matéria orgânica e resíduos microbianos, todos eles associados ao mapeamento e ao entendimento dos mecanismos responsáveis pelo seqüestro de carbono nos solos.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
SEGNINI, ALINE; PEREIRA XAVIER, ALFREDO AUGUSTO; OTAVIANI-JUNIOR, PEDRO LUIS; ANCHAO OLIVEIRA, PATRICIA PERONDI; PEDROSO, ANDRE DE FARIA; FERREIRA MENEGUCCI PRAES, MARIA FERNANDA; MAZZA RODRIGUES, PAULO HENRIQUE; BASTOS PEREIRA MILORI, DEBORA MARCONDES. Soil carbon stock and humification in pastures under different levels of intensification in Brazil. Scientia Agricola, v. 76, n. 1, p. 33-40, JAN-FEB 2019. Citações Web of Science: 2.
ALINE SEGNINI; ALFREDO AUGUSTO PEREIRA XAVIER; PEDRO LUIS OTAVIANI-JUNIOR; PATRÍCIA PERONDI ANCHÃO OLIVEIRA; ANDRÉ DE FARIA PEDROSO; MARIA FERNANDA FERREIRA MENEGUCCI PRAES; PAULO HENRIQUE MAZZA RODRIGUES; DÉBORA MARCONDES BASTOS PEREIRA MILORI. Soil carbon stock and humification in pastures under different levels of intensification in Brazil. Scientia Agricola, v. 76, n. 1, p. -, Fev. 2019.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.