Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo da variabilidade genética por meio de RAPD-PCR em Biomphalaria tenagophila resistente e suscetível à infecção por Schistosoma mansoni

Processo: 99/12906-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de maio de 2000
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2000
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Parasitologia - Entomologia e Malacologia de Parasitos e Vetores
Pesquisador responsável:João Tadeu Ribeiro-Paes
Beneficiário:Sara Sumie Sobral Hamaguchi
Instituição-sede: Faculdade de Ciências e Letras (FCL-ASSIS). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Assis. Assis , SP, Brasil
Assunto(s):Schistosoma mansoni   Biomphalaria   Polimorfismo genético   Resistência à doença

Resumo

Os vetores da esquistossomose mansoni (moluscos do gênero Biomphalaria) apresentam diferentes gruas de suscetibilidade à infecção pelo Schistosoma mansoni. O estudo da variabilidade genética relacionada à suscetibilidade e resistência, apresenta-se importante tanto para um melhor conhecimento da epidemiologia e patogenicidade da esquistossomose, como poderá fornecer novas estratégias para o controle biológico baseado na manipulação genética do vetor. No presente projeto pretende-se utilizar algumas técnicas de biologia molecular (RAPD-PCR) para análise da variabilidade genética relacionada à resistência ou suscetibilidade da Biomphalaria à infecção pelo S. mansoni. (AU)