Busca avançada
Ano de início
Entree

Identificacao dos canideos brasileiros atraves dos seus pelos guarda.

Processo: 03/13694-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de abril de 2004
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2004
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Zoologia - Morfologia dos Grupos Recentes
Pesquisador responsável:Carlos Camargo Alberts
Beneficiário:Iris Amati Martins
Instituição-sede: Faculdade de Ciências e Letras (FCL-ASSIS). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Assis. Assis , SP, Brasil
Assunto(s):Fezes

Resumo

A família canidae brasileira compreende seis espécies recentes: Speothos venaticus; Atelocynus microtis; Pseudaíopex gymnocercus; Lycalopex vetulus; Cerdocyon thous e Chrysocyon brachyurus. Essa Família vem sofrendo ameaças à sua sobrevivência devido às ações antrópicas: diminuição do território natural e caça para obtenção de peles entre outros. Os canídeos são espécies de "topo de cadeia" e a importância destes é relevante e imprescindível para a manutenção da homeostase do ecossistema. O estudo da ecologia de canídeos no campo, geralmente, requer alto custo financeiro com equipamentos utilizados em rádio-telemetria e com profissionais especializados. O estudo da biologia desses animais com base nos seus vestígios é uma alternativa barata, de fácil aplicação no campo e, provavelmente, eficaz. Analisar o padrão de dispersão das fezes, assim como os padrões morfológicos dos pêlos nelas encontrados (devido ao comportamento de auto-limpeza), pode trazer informações importantes, tais como espécie, tamanho da população e do território de cada animal. O presente estudo tem por objetivo elaborar uma chave de campo para a identificação dos pêlos guarda das seis espécies de canídeos brasileiros. Tal chave é baseada no padrão cuticular e medular da haste dos pêlos guarda, na coloração e no bandeamento dos mesmos. (AU)