Busca avançada
Ano de início
Entree

A traducao dos neologismos de "grande sertao: veredas" para a lingua italiana.

Processo: 02/12371-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de abril de 2003
Vigência (Término): 30 de novembro de 2003
Área do conhecimento:Linguística, Letras e Artes - Letras - Língua Portuguesa
Pesquisador responsável:Bruno Fregni Bassetto
Beneficiário:Tatiane Reverdito
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Guimarães Rosa

Resumo

Procuraremos fazer, de maneira completa e exaustiva, a análise da criação neológica de João Guimarães Rosa (1908-1967) em seu romance "Grande Sertão: Veredas" (ROSA, João Guimarães. "Grande Sertão: Veredas", 4ª edição. Rio de Janeiro: José Olympio Editora, 1965) e em sua respectiva tradução para a língua italiana feita por Edoardo Bizzarri (ROSA, João Guimarães. "Grande Sertão: Veredas", 4ª edição. Milano, Fetrinelli, 1990). O estudo comparativo permitirá observar até que ponto o virtuosismo lingüístico de Guimarães Rosa foi respeitado em sua tradução, bem como o levantamento dos problemas gerais da tradução literária. Considerando sempre uma língua como reflexo de seus falantes, e de sua cultura; a pergunta que se faz é como o sertão mineiro pode ser traduzido para língua italiana. E é a esta procuraremos responder neste projeto. (AU)