Busca avançada
Ano de início
Entree

"pensando o habitar" trajetórias dos usuários de serviços residenci ais terapêuticos no Município de Santo André

Processo: 05/59564-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de outubro de 2006
Vigência (Término): 31 de julho de 2007
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Fisioterapia e Terapia Ocupacional
Pesquisador responsável:Elisabete Ferreira Mângia
Beneficiário:Éllen Cristina Ricci
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FM). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Saúde mental   Reforma psiquiátrica

Resumo

O presente estudo tem como objetivo conhecer a trajetória institucional e a história de vida dos usuários dos Serviços Residenciais Terapêuticos do município de Santo André, identificar mudanças que ocorram durante o processo de transição do hospital para a moradia, conhecer a opinião do usuário, dos seus familiares e de técnicos do serviço residencial sobre a situação atual dos usuários, e comparar os pontos de vista dos usuários, técnicos e familiares. Neste estudo, que se inscreve no campo de investigação qualitativa, a história de vida tópica e oral será coletada através de entrevista prolongada e utilizada para conhecer e refletir sobre a percepção de três a cinco usuários das residências terapêuticas. Também serão realizadas: pesquisa documental e bibliográfica, entrevistas com técnicos do serviço e familiares dos usuários, e a observação participante dirigida por um diário de campo. A escolha dos serviços residenciais no município de Santo André se deve às características de constituição da Política de Saúde Mental desenvolvida por este município, estruturada a partir de serviços totalmente substitutivos ao hospital psiquiátrico e que se constitui enquanto referência para os munícipes e municípios vizinhos. Este estudo tem como finalidade contribuir com a produção teórica sobre o tema de serviços substitutivos em saúde mental, e estudar novas proposições políticas destinadas às pessoas com longa história de institucionalização psiquiátrica. (AU)