Busca avançada
Ano de início
Entree

Determinacao dos niveis de lisozima em saliva de pacientes portadores de imunodeficiencias primarias.

Processo: 02/13706-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de abril de 2003
Vigência (Término): 31 de março de 2004
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Saúde Materno-infantil
Pesquisador responsável:Magda Maria Sales Carneiro-Sampaio
Beneficiário:Mariana Acenjo Kmiliauskis
Instituição-sede: Instituto de Ciências Biomédicas (ICB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Saliva   Imunidade inata   Imunodeficiências primárias

Resumo

A imunidade inata compreende mecanismos de resistência não específicos aos patógeno. A lisozima é um mediador químico que atua digerindo a parede celular de bactérias, tornando-as aptas à lise. Além da lisozima existem outros mecanismos como barreiras físicas, químicas e biológicas, lactoferrina, lactoperoxidase, sistema complemento, células fagocitárias. Além disso, existem componentes da imunidade específica, representada pelos linfócitos que apresentam um alto grau de especificidade, assim como uma propriedade notável de memória. A imunidade inata fornece a primeira linha de defesa durante o período crítico, logo após a exposição do hospedeiro ao patógeno. Caso ocorra disfunções, em algum desses mecanismos devido a anormalidades genéticas (primária) ou danos por agentes químicos, físicos ou biológicos (secundária), diz-se que o hospedeiro sofre de uma imunodeficiência. Existem diversas imunodeficiências primárias descritas, entre elas as deficiências de linfócitos B (anticorpos), de linfócitos T, combinadas severas (SCID), fagocíticas e do sistema complemento. Diante da severidade das manifestações clínicas apresentadas por indivíduos imunodeficientes, torna-se necessário um estudo da resposta inata nestes portadores para investigar um possível mecanismo de defesa compensatório nestes pacientes. O objetivo deste trabalho é quantificar os níveis de lisozima em amostras de saliva de portadores de imunodeficiências primárias. (AU)