Busca avançada
Ano de início
Entree

(in)tolerancia, exclusivismo religioso e espacao publico: dinamicas e transformacoes nas relacoes cotidiana urbanas.

Processo: 06/53658-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de novembro de 2006
Vigência (Término): 31 de outubro de 2008
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Antropologia - Antropologia Urbana
Pesquisador responsável:Ronaldo Romulo Machado de Almeida
Beneficiário:Edlaine de Campos Gomes
Instituição-sede: Centro Brasileiro de Análise e Planejamento (CEBRAP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:98/14342-9 - Centro de Estudos da Metrópole (CEM), AP.CEPID
Assunto(s):Pluralismo religioso   Espaço público

Resumo

Este projeto tem como objetivo analisar comparativamente conflitos e combinações que se evidenciam nas relações de sociabilidade cotidianas, diante do quadro de pluralismo religioso exclusivista, marcado pelo crescimento quantitativo e influência conquistada pelo chamado campo evangélico no cenário religioso brasileiro. Mais do que a disseminação desse campo religioso, a visibilidade e a disposição para o exclusivismo são apontadas como suas principais características. No movimento de aceitação do "outro" há, concomitantemente, uma reafirmação generalizada de identidades religiosas exclusivas. Sabe-se que evangélicos pentecostais e carismáticos católicos realizam seus eventos em grandes espaços centrais das cidades. (In) tolerância e exclusivismo aparecem em diferentes contextos, sejam religiosos ou não. Tais noções são aqui tomadas como tipos ideais, servindo como instrumentos para a análise das combinações e conflitos que aparecem quando espaço público é reivindicado por diferentes atores sociais. Através da observação de eventos públicos realizados nas cidades de São Paulo e Rio de Janeiro (Ex. Marcha da Família com Deus pela Liberdade, Carnaval, Parada Gay, entre outros) busca-se compreender as formas pelas quais diferentes confissões religiosas utilizam as grandes cidades como lócus privilegiados de evangelização. A dinâmica das transformações cotidianas contemporâneas, a comparação com outros contextos nacionais e a problematização das categorias intolerância, exclusivismo religioso e espaço público, constituem o interesse da pesquisa a ser desenvolvida no Centro de Estudos da Metrópole (CEM), de acordo com o plano analítico "Sociabilidade e Vida Urbana". (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)