Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo do nitrogênio orgânico nos processos hidrológicos em microbacias com diferentes usos do solo no litoral norte do Estado de São Paulo

Processo: 09/15120-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de novembro de 2009
Vigência (Término): 31 de outubro de 2010
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Ecologia - Ecologia de Ecossistemas
Pesquisador responsável:Jorge Marcos de Moraes
Beneficiário:Luís Otavio Granço Corrêa
Instituição-sede: Centro de Energia Nuclear na Agricultura (CENA). Universidade de São Paulo (USP). Piracicaba , SP, Brasil
Assunto(s):Mata Atlântica   Biogeoquímica   Hidrologia   Nitrogênio   Uso do solo

Resumo

Apesar do crescente interesse na realização de estudos ambientais na região de Mata Atlântica, os processos hidrológicos e biogeoquímicos são pouco estudados em todas as escalas, principalmente em locais onde houve a substituição da vegetação natural. O objetivo principal da presente proposta é o de realizar um estudo da dinâmica do nitrogênio orgânico dentro dos processos hidrológico, ou seja, analisar quantitativamente o nitrogênio orgânico presente nos processos hidrológicos, em bacias com cobertura de Eucalipto, Pastagem e Floresta Ombrófila Densa (Mata Atlântica). Este objetivo foi estabelecido visando dar suporte ao projeto "Processos Hidrológicos e Transporte de Nitrogênio em Bacias com cobertura de Floresta e Pasto no litoral norte do Estado de São Paulo" (FAPESP: 06/55136-0), ao projeto temático do programa BIOTA/FAPESP: "Composição florística, estrutura e funcionamento da Floresta Ombrófila Densa dos Núcleos Picinguaba e Santa Virgínia do Parque Estadual da Serra do Mar", e a projetos de mestrado e doutorado apoiados pela FAPESP (respectivamente Juliano Daniel Groppo 06/51488-0; Luiz Felippe Salemi 06/54292-9 e Rodrigo Trevisan 06/59536-3), devido ao fato desses estudos apontarem a escassez de nitrogênio inorgânico presente na água de vários processos hidrológicos que ocorrem nas microbacias suprareferidas, fazendo com que a maior parte do nitrogênio que deixa o ecossistema pela ação da água esteja na forma orgânica. (AU)