Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação da informação do paciente, do padrão de uso e prescrição de medicamentos à base de benzodiazepínicos na cidade de Santo André

Processo: 08/55017-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de abril de 2009
Vigência (Término): 31 de março de 2010
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Saúde Coletiva
Pesquisador responsável:Solange Aparecida Nappo
Beneficiário:César Augusto Cecilio Chaves
Instituição-sede: Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus Diadema. Diadema , SP, Brasil
Assunto(s):Atenção farmacêutica   Prescrições de medicamentos   Benzodiazepinonas

Resumo

O projeto tem como objetivo avaliar o grau de informação e os padrões de prescrição e uso de Benzodiazepínicos na cidade de Santo André. Primeiramente será feito o recolhimento de notificações B na rede pública e privada para avaliar os padrões de prescrições para os BDZ, respeitando dois momentos distintos: Anterior e posterior à instalação do SNGPC, que é um projeto com o intuito de fornecer informações confiáveis para a realização de ações fundamentadas no gerenciamento de risco na utilização indevida de medicamentos. Esses dados recolhidos serão passados para um sistema eletrônico especialmente desenvolvido para recebe-los. O passo posterior será a análise desses documentos considerando os dados constantes dos mesmos: quantidade e posologia do BZD (nome genérico e/ou comercial), nome e gênero do paciente. Paralelamente, como objetivo secundário, a coleta desses documentos permitirá também a análise da qualidade do preenchimento em relação aos campos constantes dessas notificações. A segunda etapa do projeto consiste na avaliação da informação fornecida aos pacientes. Essa avaliação ocorrerá através de um questionário que será respondido pelos pacientes. Na rede privada, o paciente será contatado através dos dados presentes nas notificações B e caso concorde, será entrevistado. Na rede pública os pacientes serão abordados logo após a dispensação do medicamento, de maneira aleatória. Os questionários devidamente respondidos farão parte de um banco de dados eletrônicos e os resultados da análise sofrerão tratamento estatístico. Os resultados serão então analisados considerando-se o risco potencial de danos à saúde e o nível de informação. Todas as etapas desse estudo terão a participação de profissionais da: Assistência Básica, da Assistência Farmacêutica, da Saúde Mental e da Vigilância Sanitária do município de Santo André. (AU)