Busca avançada
Ano de início
Entree

Vigilância ao recém-nascido de risco no município de Botucatu/SP

Processo: 03/14009-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de julho de 2004
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2004
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Enfermagem - Enfermagem Obstétrica
Pesquisador responsável:Cristina Maria Garcia de Lima Parada
Beneficiário:Juliana Wolff Bueno
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FMB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Assunto(s):Recém-nascido

Resumo

A proteção à saúde da criança e do recém-nascido deve se constituir em meta de todo governo que se compromete com o desenvolvimento de seu país. O acompanhamento e a avaliação contínua do crescimento e desenvolvimento da criança põe em evidência, precocemente, os transtornos que afetam sua saúde e, fundamentalmente, sua nutrição e capacidades mental e social. Permite ainda seu atendimento individualizado e integral, viabilizando a humanização do atendimento, na medida em que se conhece melhor suas relações no ambiente familiar. No primeiro ano de vida, a criança é extremamente vulnerável às condições adversas do ambiente. Assim, o coeficiente de mortalidade infantil é indicador sensível aos níveis de saúde e às condições sócio-econômicas de uma população. Desta forma, estudar a mortalidade infantil requer dividi-la em seus dois componentes: mortalidade neonatal ou infantil precoce e pós-neonatal ou infantil tardia. No município de Botucatu, há um Programa que ressalta a importância de nascer e viver bem e saudável. Nesta atividade são realizadas visitas domiciliares a toda criança nascida e classificada como de risco, visando: identificar àquelas com maior risco de adoecer ou morrer; evitar o desmame precoce, orientar sobre cuidados de higiene e realizar o seguimento prioritário destas nas Unidades Básicas de Saúde. Assim, este estudo busca avaliar a incidência do RN de risco e a cobertura das ações de vigilância à saúde desenvolvidas pelo Programa. (AU)