Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação genética e epigenética no câncer gástrico

Processo: 10/11174-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de agosto de 2010
Vigência (Término): 31 de julho de 2013
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Clínica Médica
Pesquisador responsável:Marilia de Arruda Cardoso Smith
Beneficiário:Danielle Queiroz Calcagno
Instituição-sede: Escola Paulista de Medicina (EPM). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus São Paulo. São Paulo, SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:09/07145-9 - Aspectos genéticos e epigenéticos na carcinogênese gástrica, AP.TEM
Assunto(s):Oncologia   Neoplasias gástricas   Epigênese genética   Metilação   Expressão gênica

Resumo

O câncer gástrico é o quarto tipo de câncer mais comum e a segunda maior causa de morte por câncer no mundo. Atualmente, o Brasil situa-se em quarto lugar quanto à maior prevalência na América Latina. Alterações nos padrões de metilação ou no processo de remodelamento da cromatina têm sido observadas em processos carcinogênicos por regularem a expressão gênica. Para identificação de genes controlados por metilação da DNA e/ou de histonas, os genes já selecionados por microarray terão, no presente projeto, sua expressão avaliada em amostras pareadas de tecido gástrico não-neoplásico e tumoral de 50 pacientes por qPCR em tempo real. Genes com expressão diferencial serão analisados quanto à presença de ilhas CpG e a um screening preliminar de genes que necessariamente apresentem alteração do padrão de metilação nas regiões promotoras por seqüenciamento. Em seguida, esses genes serão avaliados quanto ao padrão de metilação nos promotores gênicos por MS-HRM e/ou padrão de metilação da histona H3K9 por ChIP. Paralelamente, será avaliada a expressão de genes envolvidos na maquinaria de metilação de DNA e de histonas. A expressão gênica e as modificações epigenéticas serão associadas com gênero e idade do paciente, localização, tipo histopatológico e extensão do tumor, presença de H. pylori, de metástase em linfonodo e à distância. O projeto irá gerar novas e incrementais informações biológicas, como biomarcadores, que possibilitarão melhor compreensão etio e fisiopatológica dessa neoplasia, com potencial aplicação na prática médica.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Estudo destaca ação da curcumina no combate ao câncer de estômago 
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias:
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.