Busca avançada
Ano de início
Entree

Concentração de carbono orgânico e inorgânico dissolvido em pequenos tributários da Bacia do Rio Piracicaba (SP)

Processo: 98/03500-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de maio de 1998
Vigência (Término): 30 de abril de 1999
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Ecologia - Ecologia de Ecossistemas
Pesquisador responsável:Reynaldo Luiz Victória
Beneficiário:Alexandra Montebelo Krusche
Instituição-sede: Centro de Energia Nuclear na Agricultura (CENA). Universidade de São Paulo (USP). Piracicaba , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:94/00529-9 - Dinâmica do carbono e elementos relacionados na Bacia do Rio Piracicaba, AP.TEM
Assunto(s):Bacia hidrográfica   Biogeoquímica   Captura e armazenamento de carbono   Rio Piracicaba

Resumo

O Centro de Energia Nuclear na Agricultura (CENA/USP) tem desenvolvido pesquisas sobre a biogeoquímica da bacia do rio Piracicaba através do projeto temático (proc. 94/0529-9). E um rio de porte médio, situado em região sub-tropical, o qual é um verdadeiro modelo de "bacia desenvolvida", onde os problemas ambientais são típicos dessas bacias, ou seja, escassez de água em futuro bem próximo, com sério comprometimento em sua qualidade. Nesses anos de pesquisa foram objetivos de estudo (1) a caracterização da dinâmica do carbono e elementos relacionados, avaliando possíveis interferências resultantes da ação antrópica sobre o meio e, num segundo plano, (2) propor uma metodologia para o estudo de bacias hidrográficas onde são gerados uma série de subsídios básicos fundamentais para a gestão ambiental de bacias hidrográficas, quer elas estejam afastadas de suas condições naturais ou não. A partir de resultados preliminares sobre a utilização da bacia hidrográfica do rio Piracicaba como unidade funcional e estrutural em meso escala (103-105 km2) surgiu a necessidade dentro da mesma abordagem de se trabalhar em micro escala (1-103 km2) para que particularidades de um determinado setor do rio possam ser identificadas e isoladas dos mecanismos maiores. O balanço de massa realizado para identificação dos fluxos de carbono orgânico dissolvido no canal principal do r. Piracicaba demonstrou um ΔF negativo (Fout > Finput) indicando existir fontes ricas deste elemento principalmente na porção final da bacia. Num levantamento preliminar foi evidenciado que estas fontes são oriundas de tributários não contabilizados no balanço. Como estes tributários drenam áreas de forte influência urbana e industrial eles representam, na verdade, verdadeiros esgotos a céu aberto, se distanciando de suas condições naturais e contribuindo fortemente para o incremento de carbono orgânicos para o leito principal da bacia. Serão quantificados mensalmente, em tributários localizados nos setores finais do rio Piracicaba, o transporte de material orgânico e inorgânico, na forma de carbono orgânico dissolvido (COD) e carbono inorgânico dissolvido (CID), com o objetivo de avaliar as possíveis interferências resultantes da ação antrópica sobre o meio. E também através de alguns parâmetros biogeoquímicos avaliar a atual situação da qualidade das águas destes tributários, caracterizando os principais problemas de sua micro bacia. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)