Busca avançada
Ano de início
Entree

Influencia de diferentes meios e tempos de armazenagem sobre as propriedades mecanicas, superficiais e quimicas de um cimento ionomero de vidro.

Processo: 06/50174-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de maio de 2006
Vigência (Término): 30 de abril de 2007
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Odontopediatria
Pesquisador responsável:Regina Maria Puppin Rontani
Beneficiário:Joel Motta Junior
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia de Piracicaba (FOP). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Piracicaba , SP, Brasil
Assunto(s):Rugosidade superficial   Dureza

Resumo

O objetivo deste trabalho será avaliar a resistência à compressão, à tração diametral, a rugosidade? a dureza e liberação de flúor cimento de ionômero de vidro convencional Maxion R após armazenamento em três diferentes soluções (solução remineralizadora, desmineralizadora e ácido cítrico 0,3 %) a 37 C por 1, 7 e 15 dias. Para cada material serão confeccionados 15 corpos-de-provas com 6 mm de diâmetro por 2 mm de altura, em molde de silicone, para cada período avaliação. Os ensaios de resistência à compressão serão realizados à velocidade de 1 mm/minuto; os ensaios de resistência à tração diametral serão realizados a 0,5 mm/mim em máquina de ensaio universal Instron. A rugosidade superficial e a dureza do material em estudo serão avaliadas por meio de rugosímetro e microdurômetro no baseline, 7º e 15º dias de avaliação. A liberação de flúor do material em cada solução de armazenamento será avaliada por meio de eletrodo específico no 1º, 2º, 3º, 5º, 7º, 9º, 12º, 15º dia. As soluções serão trocadas diariamente. Os resultados dos testes de resistência à compressão e à tração diametral serão convertidos em MPa e submetidos à análise de variância e teste de Tukey (p<0,05). Para avaliações do efeito do tempo de armazenagem sobre as alterações do material será utilizado test-T de student para amostras pareadas. (AU)