Busca avançada
Ano de início
Entree

Morfometria e microscopia eletrônica de varredura de intestino delgado e rins de frangos de corte tratados com diferentes tipos de água

Processo: 08/50231-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de junho de 2008
Vigência (Término): 31 de maio de 2009
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Zootecnia
Pesquisador responsável:Silvana Martinez Baraldi Artoni
Beneficiário:Paloma Do Espírito Santo Silva
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias (FCAV). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Jaboticabal. Jaboticabal , SP, Brasil
Assunto(s):Morfologia animal   Frangos de corte

Resumo

O presente trabalho pretende analisar a microscopia eletrônica de varredura e a morfometria renal e intestinal de frangos de corte tratados com diferentes tipos de água. O total de 1024 pintos de corte da linhagem Cobb será distribuído em um experimento inteiramente casualizado com dois tratamentos, 16 repetições e 32 aves por unidade experimental. Os dois tratamentos serão baseados na utilização de filtro de carvão ativado em uma linha do galpão e água não filtrada na outra linha, respectivamente. Os pintos de um dia de idade serão alojados em galpão de alvenaria com bebedouros tipo nipple. A ração, à base de milho e farelo de soja, com 21,63% PB e 3,0 kcal EM/kg será fornecida à vontade. Aos 14,21 e 42 dias de idade, os rins e intestino delgado de 90 aves serão coletados para realizar a análise morfométrica e de microscopia eletrônica de varredura, respectivamente. Para análise macroscópica serão medidos o comprimento e a largura dos rins, nas porções cranial, média e caudal, com o auxílio de um paquímetro de precisão, e posteriormente os mesmos serão pesados. O intuito desta pesquisa é analisara importância da qualidade da água sobre a integridade intestinal em frangos de corte. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.