Busca avançada
Ano de início
Entree

Processamento coloidal para produção de membranas cerâmicas assimétricas pela técnica de calandragem

Processo: 09/54851-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de maio de 2010
Vigência (Término): 30 de abril de 2012
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia de Materiais e Metalúrgica - Materiais Não-metálicos
Pesquisador responsável:Márcio Raymundo Morelli
Beneficiário:Luiz Fernando Grespan Setz
Instituição-sede: Centro de Ciências Exatas e de Tecnologia (CCET). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos , SP, Brasil
Assunto(s):Reologia   Tratamento de água

Resumo

A produção de membranas cerâmicas, para tratamento de águas seja para dessanilização ou reuso, tem recebido especial atenção nas últimas décadas por apresentarem maior resistência e menor gasto energético em comparação às membranas poliméricas e aos métodos tradicionalmente utilizados (destiladores e decantadores). A produção dessas placas, compostas de diversas camadas com diferentes graus de porosidade, denominadas membranas cerâmicas assimétricas, é um desafio científico e tecnológico, uma vez que as diferenças microestruturais existentes entre elas causam grande dificuldade de processamento devido às retrações diferenciais de secagem e co-sinterização. Esses entraves refletem nas características finais do material resultando em sérios problemas de aderência e compatibilidade física (interfaces entre as células unitárias). O processo de conformação por calandragem por rolos a frio, amparado pelo conhecimento reológico para o adequado preparo de massas viscoelastoplásticas cerâmicas, é uma alternativa promissora uma vez que possibilita o controle da deformação das massas, constituídas por diferentes teores de agentes porogênicos, de forma a evitar ou minimizar os defeitos de preparação das placas multicamadas para utilização nos dispositivos de tratamento de águas. (AU)

Publicações científicas (6)
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
L. F. G. SETZ; S. R. H. MELLO-CASTANHO; M. R. MORELLI. Cromito de lantânio: material para interconectores de células a combustível de óxido sólido - uma revisão. Cerâmica, v. 61, n. 357, p. 60-70, Mar. 2015.
SETZ, LUIZ F. G.; SILVA, ANTONIO C.; SANTOS, SILAS C.; MELLO-CASTANHO, SONIA R. H.; MORELLI, MARCIO R. A viscoelastic approach from alpha-Al2O3 suspensions with high solids content. Journal of the European Ceramic Society, v. 33, n. 15-16, p. 3211-3219, DEC 2013. Citações Web of Science: 6.
L. F. G. SETZ; S. R. H. MELLO-CASTANHO; I. SANTACRUZ; R. MORENO; M. T. COLOMER. Influência da atmosfera na sinterização do cromito de lantânio dopado. Cerâmica, v. 59, n. 351, p. 366-371, Set. 2013.
SETZ, L. F. G.; SANTACRUZ, I.; COLOMER, M. T.; MELLO-CASTANHO, S. R. H.; MORENO, R. Fabrication of Sr- and Co-doped lanthanum chromite interconnectors for SOFC. Materials Research Bulletin, v. 46, n. 7, p. 983-986, JUL 2011. Citações Web of Science: 8.
L. F. G. SETZ; H. P. S. CORRÊA; S. R. H. MELLO-CASTANHO. Comportamento de sinterização do LaCrO3 dopado com Sr e Co. Cerâmica, v. 57, n. 343, p. 310-318, Set. 2011.
SETZ‚ LFG; SANTACRUZ‚ I.; COLOMER‚ MT; MELLO-CASTANHO‚ SRH; MORENO‚ R. Fabrication of Sr-and Co-doped lanthanum chromite interconnectors for SOFC. Materials Research Bulletin, v. 46, n. 7, p. 983, 2011.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.