Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo das tendências genéticas, fenotípicas e endogâmica em bovinos da raça Santa Gertrudis.

Processo: 09/05332-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de junho de 2009
Vigência (Término): 31 de maio de 2010
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Zootecnia - Genética e Melhoramento dos Animais Domésticos
Pesquisador responsável:José Bento Sterman Ferraz
Beneficiário:Thiago Denardi Mion
Instituição-sede: Faculdade de Zootecnia e Engenharia de Alimentos (FZEA). Universidade de São Paulo (USP). Pirassununga , SP, Brasil
Assunto(s):Endogamia   Bovinos de corte   Parâmetros genéticos   Melhoramento genético

Resumo

O crescente nível produtivo dos rebanhos brasileiros de bovinos de corte deve-se principalmente ao progresso genético observado nas raças taurinas, zebuínas e em seus cruzamentos, o qual é resultante do acasalamento de animais geneticamente superiores e intenso trabalho de seleção. Dados de bovinos da raça Santa Gertrudis nascidos no Brasil serão disponibilizados pela Associação Brasileira dos Criadores da raça e utilizados nesse estudo para a estimação dos valores genéticos das características, peso ao nascer, peso aos 120 dias, peso à desmama, peso aos 12 meses, peso aos 18 meses e perímetro escrotal aos 18 meses, bem como para a estimação do coeficiente de endogamia por meio do software MTDFREML. As tendências genéticas e fenotípicas das características de desenvolvimento ponderal e perímetro escrotal, assim como a tendência dos níveis de endogamia ao longo do processo de seleção da referida raça, serão obtidas por análise de regressão sobre o ano de nascimento dos animais, utilizando o software SAS. O objetivo deste projeto é contribuir para a formação do graduando, além de fornecer informações sobre o programa de melhoramento genético na bovinocultura de corte brasileira.