Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo do perfil cromatografico e fitoquimica biomonitorada de especies da familia flacourtiaceae.

Processo: 05/57035-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de janeiro de 2006
Vigência (Término): 15 de outubro de 2006
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química
Pesquisador responsável:Alberto José Cavalheiro
Beneficiário:Gustavo Henrique Bianco de Souza
Instituição-sede: Instituto de Química (IQ). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Araraquara. Araraquara , SP, Brasil
Assunto(s):Imuno-histoquímica   Antiproliferativos   Fracionamento   Anti-infecciosos   Monitoramento biológico

Resumo

A família Flacourtiaceae, detentora de 89 gêneros e 1300 espécies distribuídas nas zonas tropicais e subtropicais do planeta, apresenta no Brasil 92 espécies descritas. Bastante utilizadas na medicina popular, estudos com a espécie Casearia sylvestris, revelaram-na muito ativa frente a atividades biológicas, como antiproliferativa, antiúlcera, inibidora de fosfolipases de serpentes e da produção de óxido nítrico por macrófagos. Nos gêneros Casearia, Laetia e Licania foram descritos grande diversidade de diterpenos elerodâmcos responsáveis pela atividade antiproliferatixa e/ou citotóxica. Outros gêneros como o Hydnocarpus e Carpotroche tiveram seu uso similar contra a hanseníase, para a qual a atividade antimicrobiana é atribuída à presença de ácidos graxos ciclopentílicos. Outros compostos também foram relatados em outros gêneros como triterpenos, flavonóides e outras substâncias fenélicas, além de glicosideos cianogênicos. Destaca-se que 25 gêneros de Flacourtiaceae do Brasil não tiveram nenhuma espécie avaliada fitoquimicamente, implicando no enorme potencial fitoquímico a ser estudado, tanto no sentido de descrição de sua quimiodiversidade como na bioprospecção de novos compostos. Dessa maneira, propõe-se estudo de caracterização do perfil cromatográfico de número significativo de Flacourtiaceas utilizando-se para isso CCD, CLAE-DAD (UV/VIS) e CLAE-EM, bem como o fracionamento biomonitorado dos extratos dessas espécies. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)