Busca avançada
Ano de início
Entree

A influência do sistema estuarino de Santos sobre a meiofauna da plataforma continental interna

Processo: 05/01775-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de outubro de 2005
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2007
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Oceanografia - Oceanografia Biológica
Pesquisador responsável:Thais Navajas Corbisier
Beneficiário:Luciana Erika Yaginuma
Instituição-sede: Instituto Oceanográfico (IO). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Estuários   Plataforma continental   Meiofauna   Ecologia   Monitoramento ambiental

Resumo

A meiofauna, constituída por metazoários que passam por peneira de malha de 0,5 mm e são retidos em peneiras de 0,042mm, é importante no fluxo de energia de sistemas bentônicos marinhos, atuando como consumidora, predadora ou presa ou absorvendo matéria orgânica. Além disso, é um importante instrumento para o estudo dos efeitos de alterações ambientais, sejam eles causados por contaminantes ou por efeitos naturais. O projeto “A Influência do Complexo Estuarino da Baixada Santista sobre o Ecossistema de Plataforma Continental Adjacente” (ECOSAN), do Instituto Oceanográfico (PRONEX-FAPESP, processo 2003/09932-1) visa avaliar a influência dos aportes continentais na plataforma continental adjacente, através do estudo dos mecanismos de transporte e deposição desse material e do impacto desse aporte sobre os processos biológicos e a estrutura do ecossistema da região. Neste estudo, propõem-se avaliar tal influência no ecossistema de plataforma interna através da análise da meiofauna, e complementar informações sobre essa fauna na região Sudeste. Os objetivos específicos do estudo são analisar qualitativa e quantitativamente a meiofauna, em termos de grupos taxonômicos superiores, na plataforma interna ao largo de Santos, em período de inverno e verão; e relacionar estes dados com o tipo de sedimento, teor de matéria orgânica e biomassa do microfitobentos. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.