Busca avançada
Ano de início
Entree

Produção artificial de rainhas em Tetragonisca angustula Latreille, 1811 (Hymenoptera, Meliponini, Trigonina)

Processo: 07/51055-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de abril de 2007
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2007
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Zoologia - Zoologia Aplicada
Pesquisador responsável:Ademilson Espencer Egea Soares
Beneficiário:Mauro Prato
Instituição-sede: Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:04/15801-0 - Biodiversidade e uso sustentável de polinizadores, com ênfase em abelhas Meliponini, AP.BTA.TEM
Assunto(s):Rainhas

Resumo

Em Meliponini a determinação de castas ocorre diferencialmente entre as subtribos Meliponina e Trigonina. Em Meliponina, a determinação ocorre através de mecanismo genético-alimentar, enquanto nos Trigonina, como em Jatai (T. angustula) o mecanismo é apenas alimentar, ou seja, as rainhas emergem de células maiores (realeiras) e consequentemente recebem mais alimento que as operárias. Aparentemente não existe nenhuma diferença qualitativa entre o alimento das realeiras e das células de cria normais; além disso, as rainhas possuem ovários / ovaríolos mais desenvolvidos que o das operárias. Assim, este trabalho visa a produção artificial de rainhas de T. angustula através de alimentação controlada quantitativamente e posterior introdução destas rainhas em ninhos órfãos novos, fruto de divisões dos ninhos já existentes, para verificar a viabilidade das rainhas produzidas através de sua fecundação natural e ocupação do posto de rainha fisogástrica da nova colônia. Além disso, será analisado o conteúdo protéico dos alimentos larvais de realeiras e células de cria de operárias, através do método de Bradford. O alimento, assim como as larvas serão obtidos de ninhos de T. angustula mantidos em colméias racionais no meliponário do Departamento de Genética da FMRP-USP. Tudo isso contribuirá para uma maior compreensão de mecanismos reguladores de castas e desenvolvimento de colônias visando à preservação e emprego na meliponicultura, assim como em programas de polinização. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.