Busca avançada
Ano de início
Entree

Diversidade e estrutura de interações tritróficas num gradiente de degradação antrópica: plantas, herbívoros e parasitóides em áreas de cerrado

Processo: 06/56889-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2006
Vigência (Término): 01 de setembro de 2008
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Ecologia
Pesquisador responsável:Thomas Michael Lewinsohn
Beneficiário:Mário Almeida Neto
Instituição-sede: Instituto de Biologia (IB). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas, SP, Brasil
Assunto(s):Biodiversidade   Cerrado

Resumo

Vários estudos recentes sobre a relação de degradação ambiental com diversidade biótica têm ampliado o foco sobre outros componentes da diversidade, além das medidas usuais de diversidade de espécies; entre estes novos atributos, destacam-se e a diversidade e a estrutura das interações interespecíficas. Temos a expectativa de que a investigação dos efeitos da degradação sobre a estrutura e diversidade de interações possa revelar padrões não aparentes e menos dependentes da identidade das espécies envolvidas. O presente projeto enfoca redes tritróficas formadas por insetos parasitóides, seus hospedeiros fitófagos e as plantas consumidas por estes. Meu objetivo central será examinar os efeitos da degradação antrópicas em áreas de cerrado sobre a diversidade e estrutura de interações de um sistema tritrófico formado por parasitóides, insetos endófagos de capítulos e plantas da família Asteraceae. Especificamente, irei: (1) avaliar os efeitos da degradação de cerrado sobre a diversidade de parasitóides e as taxas de parasitismo; (2) examinar como a degradação afeta a estrutura das interações tritróficas, e conseqüentemente, como os efeitos sobre a estrutura afetam a fragilidade das redes às extinções secundárias, e (3) contrastar os efeitos da degradação de habitat e extinção de hospedeiros, sobre espécies com diferentes graus de especialização. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.