Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeitos da privação de sono paradoxal por 96h aplicada entre o treino e o teste em diferentes tarefas de memória

Processo: 06/05009-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de janeiro de 2007
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2008
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Fisiologia - Fisiologia de Órgãos e Sistemas
Pesquisador responsável:Deborah Suchecki
Beneficiário:Vanessa Contatto Rossi
Instituição-sede: Departamento de Psicobiologia. Escola Paulista de Medicina (EPM). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus São Paulo. São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Hipocampo   Privação de sono   Memória animal   Sono REM

Resumo

O papel do sono em processos mnemônicos tem tido cada vez mais ênfase no meio científico. Um dos paradigmas mais utilizados para o estudo dessa relação consiste na privação de sono paradoxal (PSP) do animal. A grande maioria dos estudos que relata prejuízo no desempenho da tarefa emprega a PSP antes do treino do animal, o que pode gerar uma dificuldade de interpretação, pois o prejuízo poderia ser decorrente porque a aquisição da informação não foi garantida (uma vez que no treino o animal não estava em condições normais de sono-vigília) ou porque a PSP influencia a retenção da informação; ou seja, não se tem informação clara do papel da fase de retenção na memória. É importante, entretanto, considerarmos o papel da consolidação da tarefa aprendida para o desempenho do animal no teste. Esse trabalho objetiva esclarecer, portanto, se a PSP prejudica a consolidação da memória, medida em tarefas de esquiva inibitória, condicionamento de medo ao contexto e condicionamento de medo ao som. Deste modo, para cada tarefa comportamental, os animais serão treinados e então divididos em dois grupos: PSP e controle (CTL). O grupo privado será mantido no tanque de privação por 96h (assim como todos os outros trabalhos realizados em nosso laboratório) e, durante todos os dias de privação, os animais do grupo CTL serão colocados em outro tanque por 1h. Ao final deste período os animais serão submetidos ao teste da respectiva tarefa. (AU)