Busca avançada
Ano de início
Entree

Prevalencia dos anticorpos anticitoplasma de neutrofilos (anca) em pacientes com sinusite cronica.

Processo: 04/14140-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de agosto de 2005
Vigência (Término): 31 de julho de 2006
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Clínica Médica
Pesquisador responsável:Eloisa Silva Dutra de Oliveira Bonfá
Beneficiário:Juliana Valerio Pinaffi
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FM). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Sinusite crônica   Granulomatose de Wegener   Autoanticorpos   Vasculite

Resumo

A granulomstose de Wegener (GW) se caracteriza por vasculite sistêmica e clinicamente se manifesta pela tríade: comprometimento das vias aéreas superiores, do pulmão e dos rins. No exame clínico inicial, o comprometimento dos seios paranasais e os sintomas de rinite e/ou de obstrução nasal são os achados comuns (85% dos pacientes). Existem evidências que a lesão vascular na GW seja mediada por processo auto-imune envolvendo neutrófilos, células endoteliais e anticorpos anticitoplasma de neutrófilos (c-ANCA) específicos para a enzima Proteinase 3 (PR3). Fatores concomitantes como genéticos, fatores ambientais e infecções, estão associados ao desenvolvimento da doença. Pacientes com GW e portadores crônicos de "Staphilococcus aureus" na secreção nasal apresentam maior número de recorrências clínicas suportam essa associação. Recentes achados mostram que auto-anticorpos, anti-DNA e anticardiolipina, podem preceder em anos o diagnóstico clínico de uma determinada doença imune-mediada como o lúpus eritematoso sistêmico. Dessa forma, o objetivo deste trabalho é investigar numa população de pacientes com sinusite crônica, a presença de ANCA no soro visando o diagnóstico e a intervenção terapêutica precoces da forma localizada da GW com impacto positivo na mortalidade destes pacientes. (AU)