Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeito fotodinâmico do azul de metileno em linhagens celulares HL60: avaliação do papel da proteína BCL2

Processo: 06/61005-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de maio de 2007
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2008
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Biofísica - Radiologia e Fotobiologia
Pesquisador responsável:Mauricio da Silva Baptista
Beneficiário:Michelle dos Santos Menezes
Instituição-sede: Instituto de Química (IQ). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:05/51598-7 - Terapia fotodinâmica: aspectos físicos, bioquímicos e clínicos, AP.TEM
Assunto(s):Necrose   Oxigênio singleto   Azul de metileno   Terapia fotodinâmica   Apoptose

Resumo

Com o objetivo de compreender os mecanismos celulares da terapia fotodinâmica (TFD), pretende-se neste trabalho avaliar o efeito da proteína Bcl2 na indução de apoptose de células em cultura tratadas com fotossensibilizador azul de metileno e luz. Este projeto insere-se na busca dos conhecimentos necessários relacionados com a morte celular em TFD para que se possa propor protocolos clínicos novos e mais eficientes. A relação entre a expressão da proteína Bcl2 e o ciclo celular é conhecida, sendo que o aumento da expressão dessa molécula diminui a quantidade de células que entram em processo de morte programada. Esse fato é relevante para TFD quando consideramos a relação entre essa proteína anti-apoptótica e o oxigênio singlete (Xue et al., 2001). Como objetivo geral, pretende-se determinar o papel da proteína supracitada na morte celular fotoinduzida por azul de metileno. Isto será realizado principalmente comparando o efeito da morte fotoinduzida nas linhagens normais de célula HL60 com a morte celular fotoinduzida na linhagem que super-expressa Bcl2. Pretendemos também relacionar a citolocalização do azul de metileno com a eficiência dos processos de morte celular por apoptose e/ou necrose em linhagens que super-expressam ou não Bcl2. (AU)