Busca avançada
Ano de início
Entree

Desenvolvimento de fases estacionárias C-18 para HPLC e aplicação na análise multirressiduo de herbicidas

Processo: 00/00717-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de abril de 2000
Vigência (Término): 31 de março de 2001
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química - Química Analítica
Pesquisador responsável:Isabel Cristina Sales Fontes Jardim
Beneficiário:Roberto Rinaldi Sobrinho
Instituição-sede: Instituto de Química (IQ). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Cromatografia líquida de alta pressão   Herbicidas   Fases estacionárias

Resumo

O desenvolvimento da Cromatografia Líquida de Alta Eficiência (CLAE) como método eficaz de separação sempre esteve relacionado à síntese de materiais adequados para o enchimento de colunas cromatográficas. As fases estacionárias são geralmente importadas e de custo elevado. O grupo de pesquisas em Cromatografia Líquida do IQ-UNICAMP (LabCrom) desenvolveu um procedimento de preparação de fases reversas sorvidas e imobilizadas por meio de radiação gama que apresentam alta eficiência e estabilidade similares às fases estacionárias e colunas disponíveis comercialmente. Para se avaliar a potencialidade, em análises de amostras reais, das colunas cromatográficas preparadas por nós propõe-se este projeto, visando sintetizar as fases estacionárias sorvidas e imobilizadas, rechear as colunas e avaliá-las na separação, identificação e quantificação dos pesticidas 2,4-D, ametrina, simazina, atrazina e diuron em água potável e possivelmente em outras matrizes, como uva. A preparação das fases estacionárias envolveria sorção do polímero C18 - poli(metiloctadecilsiloxano) - PMODS - sobre sílica de tamanho de partícula de 5pm, seguida de imobilização do polímero com radiação gama. As características destes materiais foram definidas de forma a obterem fases estacionárias similares os comerciais. (AU)