Busca avançada
Ano de início
Entree

Quantificacao da expressao de conexinas 32 e 43 em mastocitomas da especie canina.

Processo: 06/57504-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de novembro de 2006
Vigência (Término): 31 de outubro de 2008
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Patologia Animal
Pesquisador responsável:Maria Lucia Zaidan Dagli
Beneficiário:Juliana Mariotti Guerra
Instituição-sede: Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia (FMVZ). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Mastocitoma   Conexina 43   Cães

Resumo

As junções do tipo gap são as junções comunicantes mais freqüentemente encontradas na maioria dos tecidos animais e são importantes por permitirem a comunicação entre as células. As conexinas são proteínas que compõem essas junções. Alterações da expressão de conexinas têm sido associadas à oncogênese. Os mastocitomas são formações cutâneas neoplásicas originadas de mastócitos, que acometem freqüentemente cães. As interações dos mastócitos com seu microambiente são fundamentais para diferenciação, proliferação e sobrevivência dessas células. A expressão das conexinas 32 e 43 (Cx 32 e Cx 43) de mastócitos murinos normais em cultura foi demonstrada recentemente. Por imunoistoquímica, foi identificada uma fraca marcação de conexina 43 em mastocitomas de cães, independente do grau de diferenciação das células tumorais, porém não há estudos mais específicos que tentem esclarecer a expressão de junções comunicantes nessas neoplasias. Neste sentido, o presente trabalho tem como objetivo quantificar a expressão das conexinas 32 e 43 (Cx 32 e Cx 43) em mastocitomas de grau I, II e III em cães. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)