Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação dò papel do recptor CAR (constitutive androstane receptor, NR1I3) Èm tumores dè pulmão: ênfase Èm terapia antitumoral

Processo: 08/55852-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de janeiro de 2009
Vigência (Término): 31 de março de 2009
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Fisiologia
Pesquisador responsável:Maria Lucia Zaidan Dagli
Beneficiário:Heidge Fukumasu
Instituição-sede: Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia (FMVZ). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Neoplasias pulmonares   Tratamento do câncer   Proliferação celular

Resumo

O câncer de uma forma geral pode ser considerado o maior desafio da medicina atualmente, bastando-se levar em conta que possivelmente esta doença é a que mais mata pessoas no mundo todo, além de ainda não ter cura na grande maioria das vezes. Dentre os diferentes tipos de tumores, os de pulmão são responsáveis por cerca de 1,2 milhões de mortes anualmente no mundo, tornando-se extremamente necessário buscar novas opções preventivas e terapêuticas para reduzir estes níveis assombradores. Em auxílio de doutorado recente da FAPESP (n. 05/54194-4), avaliou-se os efeitos do guaraná (Paullinia cupana Mart var. sorbilis) como agente quimiopreventivo e antineoplásico, onde foi observado que um extrato da planta conferia potencial antitumoral sobre células de tumores de pulmão de camundongos (E9). Este efeito era caracterizado por redução da proliferação de maneira dose-dependente e se correlacionou com um aumento da expressão do receptor CAR in vitro induzido pelo guaraná. Além disso, foi demonstrado que o guaraná em camundongos potencializava os efeitos do TCPOBOP, ligante do receptor CAR murino. Levando-se em consideração ainda que este receptor nuclear seja responsável por alterar a expressão de uma gama extensa de proteínas ligadas a diversos processos fisiopatológicos, e para melhor compreendermos o mecanismo de ação responsável pelos efeitos antitumorais do próprio guaraná (assim como de outras substâncias as quais ainda não se tem informação sobre o mecanismo de ação), o objetivo deste trabalho é estudar e caracterizar o papel do receptor CAR em tumores de pulmão verificando se sua modulação será benéfica per se. Além disso, avaliaremos também se seus efeitos podem influenciar ou não na ação antitumoral quando da administração concomitantemente com a quimioterapia convencional para o tratamento dos tumores de pulmão. (AU)