Busca avançada
Ano de início
Entree

Preparacao de nanomateriais magneticos como suportes para foto farmacos.

Processo: 06/01417-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de outubro de 2006
Vigência (Término): 30 de junho de 2008
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química - Química Inorgânica
Pesquisador responsável:Liane Marcia Rossi
Beneficiário:Lucas Lucchiari Ribeiro Vono
Instituição-sede: Instituto de Química (IQ). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Óxido ferroso-férrico   Oxigênio singleto   Materiais nanoestruturados   Nanotecnologia   Terapia fotodinâmica

Resumo

Este projeto de pesquisa será desenvolvido no âmbito do Projeto Temático Terapia Fotodinâmica: Aspectos Físicos, Bioquímicos e Clínicos (processo 2005/51598-7). Nosso grupo de pesquisa atua como colaborador do temático no SUB-PROJETO: Síntese de novas moléculas, formulações e nanomateriais fotoativos. Embora existam muitas terapias para o tratamento de câncer (cirurgia, quimioterapia e radioterapia), terapias alternativas estão sendo constantemente propostas na área de oncologia. Dentre as terapias alternativas, destaca-se a terapia fotodinâmica (em inglês photodynamic therapy, PDT), um procedimento clínico relativamente novo que utiliza a ação combinada de irradiação com luz visível e drogas (foto-fármacos) para destruir tecidos ou organismos patogênicos que possuem rápida multiplicação como o câncer ou outras moléstias que têm como característica um crescimento anormal de células. Nossa contribuição no temático será a imobilização de agentes fototerápicos em fases sólidas nanométricas como uma alternativa ao emprego de foto-fármacos na forma molecular. O uso da droga imobilizada tem como vantagens: melhoria no direcionamento a um sítio específico, menor susceptibilidade dos sensibilizadores apresentarem equilíbrios de estado fundamental e excitado com tecidos biológicos; facilidade nos processos sintéticos; partículas de sílica coloidal podem funcionar como centros espalhadores facilitando o tratamento dos tumores superficiais com a utilização de energias luminosas menores; drogas de natureza hidrofóbica podem ser utilizadas; propriedades adicionais, como o magnetismo, podem ser conferidas ao suporte nanométrico para facilitar a localização em áreas específicas; o controle do tamanho das nanopartículas pode resultar em especificidade por tecidos doentes.Neste projeto de pesquisa iremos desenvolver metodologias para a imobilização de foto-fármacos em suportes nanométricos magnéticos. Os foto-fármacos (fornecidos pelo grupo colaborador do Prof. Maurício Baptista- pesquisador principal do temático) serão imobilizados diretamente na superfície de nanopartículas magnéticas funcionalizadas ou ocluídos em nanocompósitos de partículas magnéticas e sílica.