Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeito antimicrobiano in vitro de peptídeos extraídos de geleia real contra bactérias odontopatogenicas

Processo: 06/52158-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de julho de 2006
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2006
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia
Pesquisador responsável:Pedro Luiz Rosalen
Beneficiário:Antônio Pedro Ricomini Filho
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia de Piracicaba (FOP). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Piracicaba , SP, Brasil
Assunto(s):Anti-infecciosos   Geleia real   Placa bacteriana

Resumo

O objetivo deste estudo é analisar a atividade antimicrobiana de peptídeos purificados de geléia real, no controle de bactérias causadoras da cárie. Para a realização desse estudo serão estudados dois (2) compostos peptídicos (Geleínas I e II) extraídos de geléia real contra estreptococos do grupo mutans (Streptococcus mutans UA 159 e Streptococcus mutans Ingbritt 1600). Para avaliação dos peptídeos sobre a viabilidade dos microrganismos serão utilizados teste de difusão em agar (Halo de Inibição), concentração inibitória mínima (CIM), concentração bactericida mínima (CBM) e atividade sobre biofilme formado (time kill). Para avaliação dos peptídeos sobre os fatores de virulência dos microrganismos serão realizados teste de inibição de aderência celular a superfície de vidro e teste de queda de pH em biofilme formado. A escolha do teste estatístico a ser utilizado dependerá da homogeneidade dos resultados, sendo que o nível de significância será de 5%. Espera-se com este estudo que o(s) peptídeo(s) demonstre(m) ação bactericida e/ou atue(m) diminuindo os fatores de virulência dos estreptococos do grupo mutans e possa(m) ser promissor(es) para o controle do biofilme dental. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.