Busca avançada
Ano de início
Entree

Resposta hipertensiva portal induzida por bradicinina após agressão hepática por bromobenzeno

Processo: 04/14746-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de agosto de 2005
Vigência (Término): 31 de julho de 2008
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Clínica Médica
Pesquisador responsável:Maria Kouyoumdjian
Beneficiário:Rodrigo Rovai Bega
Instituição-sede: Escola Paulista de Medicina (EPM). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus São Paulo. São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Sistema renina-angiotensina   Sistema calicreína-cinina   Receptor B2 da bradicinina   Inibidores da enzima conversora da angiotensina   Bromobenzenos   Modelos animais

Resumo

O sistema renina-angiotensina (RAS) e o sistema calicreína-cinina (KKS) englobam grande número de moléculas cada um, com algumas moléculas, participando em ambos os sistemas. Ambos constituem sistemas regulatórios interativos cujos efeitos são geralmente opostos. Contudo, as interações entre ambos os sistemas nem sempre são simplesmente antagônicas. No fígado tanto a angiotensina II como a bradicinina induzem resposta hipertensiva portal via receptores AT1 e B2, respectivamente. As ações terapêuticas de antagonistas de AT1 e de inibidores da enzima conversora de angiotensina (ACEI) demonstraram complexas interações entre RAS e KKS. Evidências experimentais sugerem que ACEI podem induzir uma comunicação cruzada entre ACE e B2, abolindo a dessensibilização do receptor ou atrasando o seu seqüestramento, potencializando as ações da BK. Como a ACE está presente predominantemente na zone 3, usaremos uma substância química, bromobenzeno, que agride seletivamente esta zona. Dessa forma pretendemos estudar a comunicação cruzada entre B2 e ACE no modelo de perfusão de fígado de rato. (AU)