Busca avançada
Ano de início
Entree

Ética e Bioética: o que os alunos do 6º ano médico têm a dizer

Processo: 10/01411-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de junho de 2010
Vigência (Término): 31 de maio de 2011
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Saúde Coletiva - Saúde Pública
Pesquisador responsável:Ione Morita
Beneficiário:Aline Camargo
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FMB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Assunto(s):Ética médica   Bioética   Estudantes de medicina   Educação de graduação em medicina

Resumo

Introdução: Nesse início de um novo milênio, questões éticas e de bioética estão na pauta das discussões filosóficas, econômicas, políticas, nas formações e atuações profissionais, enfim, em todos os campos do conhecimento, dada a complexidade da vida que reflete as grandes determinações sociais, culturais e ideológicas. No contexto médico, a ética e a bioética assumem contornos muito importantes diante do grande número de denúncias contra médicos recebidos pelos Conselhos Regionais de Medicina. Essa é uma das grandes causas que motivam questionamentos sobre o ensino da ética e bioética para estudantes nas faculdades de medicina. Objetivo: Identificar a percepção do sextanista do curso de medicina sobre questões bioéticas, a partir de seus conhecimentos e interesse sobre Ética Médica e Bioética, de situações eticamente conflituosas vivenciadas durante o curso e das diferentes fontes de contribuição para seu posicionamento ético. Metodologia: Serão entregues questionários auto-aplicáveis aos alunos do sexto ano médico com perguntas abertas e fechadas. Em relação à análise quantitativa, serão levantados dados como idade, sexo, religião, profissão e escolaridade dos pais e conhecimento sobre o Código de Ética Médica. O questionário também contará com 7 questões de bioéticas. Nas perguntas abertas pede-se ao aluno que identifique alguma situação eticamente conflituosa vivenciada na FMB, além de opiniões e sugestões acerca do ensino de ética e bioética, que serão analisadas segundo a metodologia da pesquisa qualitativa. Considerações finais: O cenário médico contemporâneo mostra a necessidade de questionamentos sobre o ensino de ética e bioética. Estudos recentes revelam que tais temas têm carga horária restrita nos cursos médicos. Com esse trabalho contribui-se para o enriquecimento da formação médica e da qualidade humanista dos futuros profissionais. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.