Busca avançada
Ano de início
Entree
Conteúdo relacionado

Estudo de genes relacionados ao ritmo circadiano e ao GLUT-4 em portadores de obesidade

Processo: 08/05601-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de novembro de 2008
Vigência (Término): 31 de outubro de 2010
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Clínica Médica
Pesquisador responsável:Sandra Mara Ferreira Villares
Beneficiário:Melissa Moreira Zanquetta
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FM). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo, SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:07/50554-1 - Transportadores de glicose e Diabetes mellitus: contribuição ao conhecimento da regulação da glicemia e do desenvolvimento de complicações, AP.TEM
Assunto(s):Polimorfismo genético   Expressão gênica   Obesidade

Resumo

A obesidade é um dos maiores problemas de saúde pública da atualidade e, apesar do que se tem descoberto sobre a regulação do peso corporal e adiposidade, a prevalência de obesidade continua aumentando nas populações mundiais. Ritmos biológicos são controlados em grande parte pelos relógios circadianos central (núcleo supraquiasmático) e periféricos (demais tecidos), mecanismos moleculares que sincronizam o organismo com as mudanças do meio ambiente, antecipando respostas fisiológicas e comportamentais para garantir de forma mais eficiente a sobrevivência individual e da espécie. Os mecanismos pelos quais ritmos alterados de 24 horas são traduzidos em aumento de adiposidade ainda são desconhecidos. O transportador de glicose GLUT4 é essencial para que o tecido adiposo responda de maneira adequada ao estimulo insulínico, e a proteína EDH1 é fundamental para a translocação das vesículas intracelulares contendo GLUT4 para a membrana plasmática, permitindo a entrada de glicose na célula. Já foi comprovado que existe uma relação entre ritmos circadianos e o controle das homeostasias glicêmica e lipídica, e levantou-se a hipótese de que provavelmente os clock genes participam ativamente do estabelecimento da resistência à insulina e da obesidade. Assim, os objetivos principais deste estudo são: investigar polimorfismos em genes componentes do relógio circadiano e da proteína EHD1 em crianças e adultos obesos, e investigar a expressão de clock genes e suas possíveis correlações com as expressões gênicas de GLUT4 e EHD1, em três diferentes tipos de tecido adiposo de obesos, todos pacientes do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo. O objetivo final é identificar novos caminhos relacionados ao relógio circadiano e/ou à EDH1 que possam contribuir para o desenvolvimento da obesidade humana e da resistência à insulina. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.